SEF ensombrou o arranque da aventura de Chidozie na Invicta

Jovem dragão esteve sob a mira da entidade

• Foto: Pedro Ferreira

A partir de 2014, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) intensificou as ações de fiscalização sobre jovens futebolistas estrangeiros, investigando inúmeros clubes de norte a sul do país. Pouco depois de ter começado a jogar pelo FC Porto, em janeiro de 2015, Chidozie foi um dos jovens que esteve no radar do SEF, tendo sido mesmo identificado por agentes deste serviço quando regressava de Espanha para Portugal, de automóvel, após o triunfo do FC Porto sobre o Real Madrid (3-1), para a Youth League.

O nigeriano acabaria por ficar de fora dos compromissos portistas durante um mês, mas viu as suas condições de permanência no nosso país serem dadas como comprovadamente legais. Num ano, passou dos sub-19 à titularidade num clássico português.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.