Sérgio Conceição: «Estar a perder por 1-0 deixa-me com uma azia dos diabos»

Treinador sublinha a vontade de "estar em 1.º lugar"

• Foto: Movenoticias
"Vou confessar uma coisa: estar a perder por 1-0 deixa-me com uma azia dos diabos. Queria acabar o jogo, estar em 1.º lugar agora, mas não foi possível. Havia coisas mais importantes para respeitar e há que respeitar, isso apesar da minha azia". As palavras são de Sérgio Conceição que, esta quinta-feira, em conferência de imprensa de lançamento do jogo com o Tondela,  lamentou não ter concluído o jogo frente ao Estoril por questões de segurança.

Sobre as críticas do Sporting à data escolhida para ser disputada a 2.ª parte do encontro entre dragões e estorilistas, Sérgio Conceição preferiu não se alongar até porque, garante, não se coloca a preferência entre ganhar o jogo no campo ou na secretaria

"Não tenho que escolher em ganhar aqui ou acolá. Sou treinador e trabalho a equipa para ganhar. Não tenho de comentar isso. Se me falar da utilização dos quatro laterais na Amoreira já respondo. Tem sido tema nacional! Não depende de mim. Nem sequer vou opinar. Tenho é de me preocupar com a equipa amanhã para o jogo com o Tondela. Tenho que jogar esses 45 minutos para tentar ganhar", disse.

E prosseguiu com o "tema nacional": "Depois do jogo é fácil ver o que correu bem ou menos bem. Ninguém pensa é na forma como um treinador vê, na preparação, a melhor forma de ganhar esse jogo. Sabia que o Estoril tinha um setor defensivo muito colado ao intermédio e achei que a melhor estratégia seria explorar a largura e profundidade. Este foi o meu pensamento, mas se me perguntar se foi o correto? Não foi porque estávamos a perder por 1-0. Sou treinador, às vezes acerto e outras vezes erros. Se acertasse sempre em todas as minhas decisões algo não estava bem".

Brahimidependência?

Questionado sobre o facto da equipa do FC Porto estar muito dependente de Brahimi - extremo falhou o jogo com o Estoril -, Conceição preferiu valorizar as opções que tem no plantel.

"Ele tem sido um jogador importante. Desta vez [a ausência de Brahimi] coincidiu com uma primeira parte menos conseguida. Acho que não é justo dizer que foi só a falta do Brahimi, porque tenho um lote de extrema qualidade que me dá garantias que podemos fazer mais do que aquilo que fizemos. Não sei se Brahimi vai estar disponível quando for a segunda parte do jogo, se outros vão estar disponíveis ou não... O Estoril também tem sete jogadores lesionados e também os pode recuperar".
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas