Sérgio Conceição sobre Zé Luís: «Não me importava que estivesse sempre triste e a fazer golos»

Técnico minimiza alegado descontentamento do avançado dos dragões

• Foto: José Gageiro

Sérgio Conceição espera um jogo complicado amanhã, diante do V. Guimarães (17h30), e alertou para a necessidade de o FC Porto não voltar a perder pontos, sob pena de ceder terreno para o líder Benfica. O técnico abordou, também, a alegada tristeza de Zé Luís, que não comemorou os dois últimos golos que marcou.

Importância do jogo após vitória no clássico
"É fundamental ganhar e dar continuidade a esse bom resultado que aconteceu no último jogo. Tem alguma importância a vitória que já passou se amanhã conquistarmos os 3 pontos."

Esta jornada pode ser mais decisiva do que a anterior?
"A última era importante mas não decisiva. Disse isso na antevisão do clássico. Decisivos são todos os jogos até ao final na época porque o campeonato não depende de nós, temos de encurtar distâncias, isso só se faz ganhando e se o rival perder pontos. O foco é trabalhar da melhor forma possível para em cada jogo conquistar os 3 pontos. Não sabemos qual é o jogo decisivo, mas à medida que se vai aproximando o fim é fundamental não perder pontos."

Equipas [FC Porto e V. Guimarães] com avançados diferentes do jogo da Taça da Liga
"As nuances que trabalhamos dentro da nossa dinâmica ofensiva dependem de uma ou outra fragilidade que observamos no adversário e não tanto das características dos jogadores que vão jogar porque os avançados têm muitas coisas que são iguais. Olhamos para um conjunto de situações que o jogo nos pode dar, sabendo que o Tiquinho, o Zé, o Aboubakar ou o Fábio são jogadores mais ou menos dentro do mesmo perfil."

Zé Luís regressou e nos dois jogos a titular marcou e não festejou. Parece triste...
"Não me importava que estivesse sempre triste e a fazer golos. Se andar triste, a cada jogo fizer um golo e a equipa ganhar, andamos todos contentes. Isso não é importante. O Zé teve um período muito bom no início, depois teve problemas no joelho que o impediram de estar disponível durante algum tempo, entretanto outro jogador esteve muito bem, não só nos golos como no trabalho que pedi. Mas o futebol é isto. Passam-se ciclos nas prestações dos jogadores mas isso é o que eu quero, um grupo competitivo, para cada posição temos dois jogadores que lutam pelo seu espaço. Depois, cabe-me a mim decidir. Os jogadores estão cá uma hora e um quarto antes e se vocês pudessem ver... Há alegria, companheirismo. Se vissem isso perceberiam que essa pergunta não faz sentido. Pode não ter sido efusivo pelo próprio jogo, não há história nenhuma em torno disso."

V. Guimarães vem de uma vitória por 7-0 em Famalicão
"Trata-se de um adversário muito forte, que joga bem. Em casa deve ser das equipas mais difíceis de defrontar na Europa. É uma equipa bem trabalhada, bem orientada, com excelentes jogadores... Será uma  tarefa bastante difícil para nós. Conheço a paixão dos seus adeptos e sei como é difícil jogar naquele estádio, fui treinador do V. Guimarães, com muito orgulho, sei que a massa adepta e toda a estrutura é ambiciosa."

Resultados nem sempre acompanham o que o V. Guimarães joga
"Não vejo nenhum romantismo no jogo do V. Guimarães. É uma equipa bastante objetiva. Aquilo que a equipa cria, e depois o facto de não concretizar o volume de jogo ofensivo que tem, é uma questão de eficácia. No último jogo, com o Famalicão, foi 'cada tiro, cada melro'. Fez 7 golos podia ter feito mais. É verdade que o Famalicão tinha menos um jogador, mas não deixou de ser o Famalicão que tem feito um trajeto muito bom no campeonato e na Taça de Portugal."

Deixe o seu comentário
  • Vit. Guimarães
    -
    FC Porto
  • (1)
    (X)
    (2)
  • 3.25
    3.3
    2.25
  • *Odds sujeitas a variação. Consulte o valor actual desta odd em www.nossaaposta.pt
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas