Subida de rendimento afinal não basta para a liderança

FC Porto tem mais 3 pontos do que há um ano

• Foto: Miguel Barreira

Sérgio Conceição está confrontado com a ingrata realidade de constatar que a subida de rendimento alcançada esta temporada, registando mais três pontos do que há um ano e garantindo o melhor pecúlio à 28ª jornada desde o último título de Vítor Pereira, afinal não é suficiente para garantir a liderança à entrada para a reta final.

orrespondendo ao que lhe foi pedido, o treinador acabou com o trauma do topo da tabela que parecia espartilhar psicologicamente o balneário e, desde o arranque da competição, nunca esteve em desvantagem em relação a nenhum rival até à derrota do Restelo que permitiu ao Benfica ficar isolado na frente. Com 70 pontos somados, Conceição supera os 68 de Lopetegui em 2014/15 e os 67 de Nuno Espírito Santo na época transata. Só que, na comparação direta com o seu antecessor, saiu-lhe na rifa o facto de o conjunto de Rui Vitória também ter elevado a fasquia, estando agora nos 71 pontos.

De resto, e neste milénio, o FC Porto conseguiu, em cinco ocasiões, somar seis vitórias nas últimas seis jornadas. Porém, apenas se sagrou campeão nas duas temporadas com Vítor Pereira ao leme, em 2011/12 e 2012/13, em ambos os casos tendo derrotado o Benfica na 2ª volta.

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.