Um lugar à espera de André Silva

Regresso ao onze

• Foto: Paulo Calado

Jesús Corona ou André Silva? Esta foi a principal dúvida, na semana que antecedeu o clássico, relativamente ao onze que Nuno Espírito Santo iria apresentar na Luz. O treinador acabou por apostar no extremo, em detrimento do avançado, mas a aposta saiu furada, uma vez que a exibição do mexicano, de 24 anos, foi quase sempre apagada. Agora, frente ao Belenenses, no sábado, o internacional português, de 21 anos, deve voltar à titularidade.

Sendo o jogo em casa e havendo a necessidade extrema de vencer, já que a margem de erro foi toda perdida com o empate na Luz, o treinador deve voltar às origens, isto é, jogar em 4x3x3, mas com dois avançados no onze. Dessa forma, Soares será mais apoiado na grande área, Maxi poderá dar maior profundidade ao corredor direito e os defesas adversários estarão sob maior pressão.

Tudo isto, lá está, partindo do princípio de que André Silva irá ocupar o lugar que, frente ao Benfica, foi de Jesús Corona. No entanto, se Nuno optar por subtrair um médio, como fez contra o V. Setúbal, então o sacrificado poderá ser Óliver Torres. Essa é, contudo, a opção menos viável, uma vez que não resultou nada bem frente aos sadinos, já que a equipa perdeu o domínio das operações na zona intermediária.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas