Vítor Baía: «À parte das queixinhas, não sei qual é o papel da APAF»

Administrador da SAD do FC Porto aborda atual situação da arbitragem

• Foto: José Gageiro/Movephotos
Vítor Baía acredita que o "VAR veio para ajudar", mas "tem muitas arestas por limar". Em entrevista publicada este sábado no 'Jornal de Notícias', o administrador da SAD do FC Porto reconhece que o "Conselho de Arbitragem terá de ser muito mais pedagógico".

"Esta época há uma diminuição muito grande nas intervenções do VAR e eles têm de explicar porquê. Quanto à APAF [Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol], vemos que há queixinhas por tudo e por nada. É assim que a arbitragem evolui?", questiona o antigo guarda-redes que, inquirido sobre o papel da APAF, atira: "Gostava de saber, porque também ainda não percebi bem. À parte das queixinhas, não sei qual é esse papel". E prossegue, apoiando que as comunicações entre o VAR e o árbitro deviam ser públicas: "Porque não? Os árbitros não podem julgar-se numa redoma à parte, intocáveis, numa indústria que movimenta milhões. Têm de ser chamados à responsabilidade quando isso se justifica. Se andarmos aqui a fazer queixas por tudo e por nada, sem sermos profiláricos, então está tudo tramado".
Por Record
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas