Francisco Dias da Silva: «Esta época dá-nos essa visibilidade, mas não nos dá pontos para o próximo ano»

Presidente do Gil Vicente assegurou que o clube não vai entrar em loucuras com a qualificação europeia

• Foto: Ricardo JR
O 5º lugar alcançado nesta temporada permitiu ao Gil Vicente não só igualar a sua melhor classificação na 1ª Liga, mas também chegar às competições europeias pela primeira vez. Mesmo assim, o presidente Francisco Dias da Silva não se deixa deslumbrar.

"Esta foi uma época histórica e importante para a visibilidade do clube. O Gil Vicente tem muito para crescer, mas só se atingem os objetivos com resultados e competência. Esta época dá-nos essa visibilidade, mas não nos dá pontos para o próximo ano. As dificuldades vão ser imensas, mas acreditamos muito no nosso trabalho. Viemos do Campeonato de Portugal e agora estamos aqui, mas isso não quer dizer que o clube vá ter sempre sucesso. No entanto, temos a obrigação de ter atenção e competência para que as coisas fiquem sólidas. Se as coisas forem bem feitas, temos todas as condições para nos mantermos na 1ª Liga", referiu, abordando ainda aquilo que pode ser o percurso dos minhotos na Conference League: "Temos de ser realistas, se calhar seria ridículo eu dizer que o Gil Vicente vai fazer uma grande campanha europeia. Tenho muita noção de onde vimos e a capacidade do clube. Não tenho capacidade para formar um plantel com o qual achassemos, em termos práticos, que podíamos fazer algo mais. Ainda não temos essas condições, mas temos uma grande vontade de fazer as coisas bem"

De resto, o dirigente foi perentório quando confrontado com o exemplo de clubes como o Arouca e o Rio Ave, que desceram após participações europeias. "Sou muito determinado no que acho que devo fazer e não perco tempo com situações que não me levam a nada. Sei o caminho que temos de fazer e sei que não será nenhum drama se isso acontecer", asseverou.

Francisco Dias da Silva concluiu revelando que o projeto do sub-23 vai avançar em 2022/23 e assumindo que ainda não teve "coragem" de substituir o falecido Dito no cargo de diretor geral.
Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Notícias Mais Vistas

Notícias Mais Vistas