Reforços do Gil Vicente presentes no primeiro treino da época

Formação de Barcelos já deu o tiro de partida na preparação da nova temporada

• Foto: Lusa/Arquivo

Depois de ter arrancado os trabalhos de pré-época com os habituais exames médicos aos jogadores, no final da semana passada, o plantel do Gil Vicente subiu esta segunda-feira ao relvado para o primeiro treino de preparação para a temporada 2021/22, já com a presença dos reforços entretanto oficializados.

Com as saídas confirmadas de Lucas Mineiro para o Sp. Braga, de Beunardeau, Claude Gonçalves, Laurency e Ygor Nogueira, todos em final de contrato, bem como de Pedro Marques e Joel Pereira, que terminaram os respetivos períodos de empréstimos, a formação de Barcelos tem-se movimentado no mercado para colmatar as lacunas do plantel.

Para a baliza, onde Denis, o dono do lugar nas duas últimas temporadas, está também em final de contrato e ainda não renovou, o Gil Vicente assegurou desde logo a contratação de Kritciuk, guarda-redes que abandonou o Belenenses SAD. A lateral-direita foi reforçada por Zé Carlos, emprestado pelo Sp. Braga, enquanto Matheus Bueno, oriundo do Coritiba, é a nova opção para Ricardo Soares no meio-campo.

Nesta fase, o setor mais fortalecido do plantel é o ataque, com as chegadas de Bilel, Élder Santana e Fran Navarro, provenientes de Farense, Sanjoanense e Valencia, respetivamente. Além disso, está também garantida a continuidade de Fujimoto, graças à renovação do empréstimo por mais uma temporada.

Presentes no primeiro treino da época estiveram, juntamente com os nomes supracitados: Brian Araújo, Tiago Peixoto (dos sub-19) Manuel Lopes (regressado de empréstimo ao Espinho), Rúben Fernandes, Henrique Gomes, Diogo Silva, João Talocha, Vítor Carvalho, Pedrinho, Ahmed Isaiah (regressado de empréstimo ao Varzim), Samuel Lino, Antoine Leautey e Boubacar Hanne. Ainda a recuperar de lesão estão Alaa Abbas e João Afonso.

Com o objetivo inicial de assegurar a permanência na 1ª Liga, a equipa técnica liderada por Ricardo Soares, que se mantém inalterada, à exceção da troca de Miguel Matos por Paulo Lobo como treinador de guarda-redes, tem em vista conseguir melhorar o 11º lugar da época 2020/21.

Ainda com o plantel sujeito a entradas e saídas, o Gil Vicente vai continuar a preparar a próxima temporada ao longo dos próximos dias, tendo já marcado um estágio para Ofir, de 4 a 10 de julho. Antes disso, no próximo sábado, os gilistas têm um primeiro teste (jogo particular) frente ao Vizela.

Seguem-se depois embates com Leixões (7 de julho), Santa Clara (10 de julho), Chaves (14 de julho), Famalicão (16 de julho) e V. Guimarães (17 de julho). Todos estes encontros vão ser disputados à porta fechada.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.