Ricardo Soares e o "projeto" do Famalicão: «É o que quero aqui no Gil Vicente também»

Treinador dos galos fez a antevisão do encontro deste domingo

• Foto: Lusa/EPA
Depois do empate em casa do Moreirense, o Gil Vicente regressa aos jogos em sua casa com a receção ao Famalicão. Na antevisão do encontro, Ricardo Soares começou por deixar elogios ao adversário, a quem reconhece um projeto de qualidade

"Espero um jogo difícil, contra uma excelente equipa, que tem qualdiade, está bem organizada e tem valores individuais com capacidade. Espero um jogo competitivo entre duas equipas que gostam de jogar e privilegiam o jogo de ataque. O Famalicão faz uma aposta em jovens para potenciar e, acredito eu, para rentabilizar. Isso é o que eu quero aqui no Gil Vicente também. Quero atingir os obejtivos coletivos e potenciar os jogadores para o clube poder lucrar com isso a nível financeiro. No entanto, é preciso ver que o Famalicão vai buscar jogadores com enorme qualidade e com experiência, mesmo sendo jovens. Alguns já passaram, inclusivamente, pelos melhores clubes europeus", vincou.

Os barcelenses não vão poder contar com os castigados Vítor Carvalho e Lucas Cunha, facto que não tira horas de sono ao treinador: "São dois jogadores com muita qualidade e que têm feito um trabalho extraordinário no clube. São jovens, têm potencial e têm crescido imenso. O Vítor Carvalho é um jogador diferenciado, é um médio-defensivo com grande abrangência de espaço e qualidade de jogo. Será um jogador para outra dimensão no futuro. O Lucas é também muito importante, tem algumas coisas para melhorar, mas acreditamos que pode ser um jogador para outro patamar. Fazem falta à equipa, mas temos mais jogadores no plantel e isso não é uma dor de cabeça para mim".

Dando ênfase ao facto de a equipa ser, a par do Sp. Braga, a sétima melhor defesa do campeonato e realçando que muitos dos golos sofridos têm acontecido de penálti ou livre direto, o treinador fez ainda uma análise àquilo que são os objetivos do clube. "Só quero sentir que a minha equipa está cada vez melhor nos vários momentos do jogo. Temos muito para crescer, mas vamos lutar única e exclusivamente pela manutenção. Nós é que somos ambiciosos e queremos sempre mais e melhor. Queremos que o clube esteja cada vez mais sustentado na 1ª Liga e vamos sempre à procura da perfeição. No entanto, temos de ter noção da realidade e dos nossos objetivo", disse, lançando depois um olhar geral sobre o campeonato e debruçando-se sobre o facto de a equipa ter mais pontos conquistados fora de casa do que em Barcelos: "Vivemos num campeonato dividido em três. Há quatro equipas que estão muito acima das outras e isso não quer dizer que não lutemos pela vitória quando jogamos contra elas. Depois há três equipas que estão acima das restantes oito ou nove, sendo que estas oito ou nove são muito equivalentes. Temos um caminho difícil, sabemos que vamos ter de sofrer, mas, no final da época, vamos ser tão fortes em casa como fora. Vamos ter os mesmos pontos fora e em casa porque temos uma identidade de jogo que nos faz lutar sempre por pontos".

O embate entre Gil Vicente e Famalicão está agendado para as 18 horas deste domingo.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Notícias Mais Vistas

Notícias Mais Vistas