Ricardo Soares: «Estou de corpo e alma no Gil Vicente e aqui vou continuar»

Treinador assumiu já estar a preparar a próxima temporada

O 5.º lugar alcançado pelo Gil Vicente catapultou para as luzes da ribalta não só muitos jogadores, mas também o treinador Ricardo Soares. Apesar disso e de ter realçado que as coisas no futebol mudam bastante rápido, o técnico vincou o desejo de continuar em Barcelos em 2022/23.

"Eu converso todos os dias com os responsáveis do meu clube, não precisamos de ter nenhuma conversa porque eu tenho contrato com o clube e estamos a preparar a próxima época. O que quis dizer é que não quis ficar refém das minhas palavras porque, no futebol, muda tudo de um dia para o outro. Estamos a preparar a próxima época com os responsáveis e vamos pegar nos dossiês com muito mais força nos próximos dias, sempre num plano de continuidade. Não sei o que se vai passar no futuro, sei que estou de corpo e alma no Gil Vicente e aqui vou continuar ", começou por referir, acrescentando ainda que está preparado para perder jogadores: "Faz parte daquilo que é um clube como o Gil Vicente e daquilo que é o mercado. Mau era o que aconteceu no ano passado, quando perdi os jogadores e o clube não teve retorno porque eles não tinham contrato. Temos gente competente a cuidar dos interesses do clube e estou à vontade em relação a isso. Sei que, se perder jogadores e se o clube tiver uma rentabilidade financeira boa, eu ficarei feliz porque outros virão. Uns ficam e outros partem, mas o importante é termos uma boa capacidade de análise para continuarmos a ser uma equipa competitiva."

Agradecendo as felicitações que recebeu por parte de elementos ligados ao V. Guimarães, adversário deste domingo e rival até à jornada passada na luta pelo 5º lugar, Ricardo Soares descreveu ainda como decorreu a semana de treinos após a histórica qualificação europeia. "Há um sentimento de grande felicidade, conseguimos atingir um objetivo relevante para o clube e proporcionámos uma grande alegria aos adeptos. Fico triste por o jogo ser à porta fechada, os adeptos mereciam estar presentes. Bater o recorde de pontos do clube? Sabemos que foi uma semana atípica e na qual houve muitos festejos. Isso tem custos, mas não pudemos deixar que os jogadores deixassem de festejar. Seria cair no ridículo ter conversas de que há recordes para bater. Libertei um bocadinho os jogadores dessa situação, mas isso não quer dizer que não tentemos ganhar. Queremos chegar ao estádio do Vitória e lutar pelos três pontos. Não pelo recorde de pontos, mas sim porque queremos acabar bem", vincou.

O início do encontro está agendado para as 20h30 deste domingo.
Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Notícias Mais Vistas

Notícias Mais Vistas