Bebeto mostra orgulho e lembra período difícil de adaptação

Defesa revê com muita felicidade o último ano que passou

• Foto: Hélder Santos
O defesa do Marítimo Bebeto, eleito futebolista da época na Gala do clube 'verde rubro', realizada na sexta-feira à noite, mostrou-se "orgulhoso" com a temporada realizada e falou sobre as dificuldades iniciais na adaptação.

Em declarações à agência Lusa, o jogador que fez mais minutos (3.681) esta época no plantel do Marítimo revê com muita felicidade o último ano que passou.

"Estou muito feliz com esta época. Em termos individuais e coletivos, foi muito boa. Quando tu vens para um clube novo, esperas sempre o melhor e eu cheguei com o objetivo de jogar e de jogar bem para ajudar o Marítimo, que é uma equipa que me abriu as portas na Europa e tenho que agradecer a Deus, à minha família e ao Marítimo", afirmou.

Bebeto, de 28 anos, chegou no verão de 2017 à Madeira, proveniente do Moto Clube, do terceiro escalão do futebol brasileiro, e acabou por se tornar numa das revelações não só da equipa de Daniel Ramos, como também do próprio campeonato português, tendo recebido a distinção de defesa do mês de setembro da Liga.

"Fico muito orgulhoso, sabendo o quão difícil é chegar ao final da época e ser tão valorizado como estou a ser. Sempre acreditei no meu potencial, tal como o meu empresário sempre acreditou, por isso, ele trouxe-me para aqui", referiu.

Ainda assim, os primeiros meses da sua primeira experiência no futebol europeu não foram fáceis e Bebeto destacou o trabalho do 'staff' maritimista na sua aprendizagem.

"No começo, tive dificuldades de adaptação ao estilo de jogo, que é um pouco diferente, mas, com o decorrer do tempo, aprendi como é o futebol aqui. Tenho de agradecer à equipa técnica, que me ajudou bastante ao corrigir-me para o meu bem e o da equipa", recordou.

Com o mercado de transferências do verão prestes a abrir, torna-se uma incógnita a continuidade dos jogadores nas suas respetivas equipas, mas o lateral-direito, que tem mais dois anos de contrato, revelou a sua intenção em continuar no emblema insular.

"Eu estou muito bem. Estou muito focado no Marítimo. Se houver propostas, vamos ver, vamos conversar. Tem de ser bom para os dois lados. Não pode ser só bom para mim ou só bom para o Marítimo. O meu pensamento passa por ficar. O Marítimo é uma equipa que me abriu as portas e eu estou grato a eles porque eu sei de onde vim e estar aqui é motivo de orgulho e de felicidade", comentou.

Bebeto realizou 41 jogos nesta temporada, 32 na I Liga, quatro na Liga Europa, quatro na Taça da Liga e um na Taça de Portugal, com dois golos apontados, ambos no campeonato.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas