Caio Secco e Charles já não são guarda-redes do Marítimo: Carlos Pereira revela destino dos jogadores

Jogadores brasileiros vão assinar pelo Penafiel e pelo Vizela, respetivamente

• Foto: Hélder Santos

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, confirmou esta segunda-feira à Lusa que Caio Secco e Charles já não são guarda-redes da equipa, acrescentando que o primeiro vai para o Penafiel e o último o recém-promovido Vizela.

Caio Secco, de 30 anos, chegou ao Marítimo no início da época transata, tendo realizado cinco partidas oficiais no plantel principal e uma na Liga Revelação pelos sub-23.

Antes de ingressar na formação madeirense representou as cores do Feirense por três temporadas.

Charles, de 27, chegou ao emblema insular na época 2015/2016, tendo realizado 93 partidas ao longo de seis temporadas.

A sua melhor época ao serviço dos madeirenses foi em 2017/2018, sob o comando de Daniel Ramos, onde alinhou em 31 partidas oficiais.

Os 'leões do Almirante Reis' vão contar exclusivamente com caras novas na baliza em 2021/2020, após a saída dos brasileiros Caio Secco e Charles por rescisão de contrato e do iraniano Amir, que no mês passado terminou o vínculo que o ligava ao clube.

A contratação do guardião português Miguel Silva (ex-APOEL), foi confirmado à Lusa pelo presidente do clube 'verde rubro'.

O guarda-redes Pedro Teixeira, de 19 anos, que cumpriu 17 partidas ao serviço da equipa de sub-23 maritimista, vai integrar o plantel principal neste arranque de temporada. 

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.