Carlos Pereira: «Há diálogo com o Benfica por André Horta»

Marítimo tenta o médio do Benfica

• Foto: Hélder Santos

Sorridente e bem-disposto. Assim estava Carlos Pereira após a partida. Afinal de contas, o Marítimo sai da Bulgária sem golos sofridos na bagagem. Foi uma prenda de aniversário antecipada para o líder dos insulares, que hoje celebra o 64º aniversário. No entanto, é Carlos Pereira quem quer dar um presente... a Daniel Ramos: chama-se André Horta.

"Estou satisfeitíssimo com a equipa que temos, com a qualidade que demonstrámos. Mas todas as mais-valias são sempre bem-vindas e estamos preparados para ter essa entrada. Há diálogo com o Benfica nesse sentido. Não sei se vai ou não acontecer, mas se depender de mim, vou dar essa prenda ao treinador", explicou o presidente maritimista.

Sobre a partida, Carlos Pereira considerou o empate um resultado positivo, ainda para mais nas circunstâncias em que a partida foi disputada. "Importante era não perder aqui e levar a eliminatória para a Madeira e para o Estádio do Marítimo. Assim aconteceu e estão todos de parabéns. Não podemos esquecer que é o primeiro jogo a sério, ainda por cima fora e num ambiente destes", explicou. "O empate foi uma prenda encomendada para mim. Só virá quando o objetivo estiver alcançado, mas posso fazer uma viagem mais descansada e o avião até andará mais rápido", rematou.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.