Daniel Ramos: «Queremos continuar a ganhar»

Treinador ainda cauteloso sobre a Liga Europa

• Foto: Hélder Santos
Imbatível há seis jornadas, o Marítimo está cada vez mais próximo do 5.º lugar, mas Daniel Ramos continua a pensar jogo a jogo. O técnico até dá a manutenção como quase garantida, mas mostra-se ainda cauteloso sobre o tema Liga Europa.

"É evidente que estes 31 pontos provavelmente até darão para a manutenção, que é o grande objetivo da época – apontámos aos 32 ou 33 por uma questão de segurança – e ela vai acontecer com naturalidade. Mas, tendo em conta que está praticamente assegurada a 14 jornadas do final, o que é digno de registo muito positivo, é certo que ainda faltam muitas jornadas e é cedo para falarmos de uma candidatura às provas europeias. O próprio presidente já o disse recentemente. Que fique claro que a ambição existe no grupo de trabalho, pois nós queremos continuar a ganhar, mas não vamos fugir a uma orientação que nos levou até aqui: de vitória, de pontos, de procurar sempre vencer o próximo adversário", assinalou.

Segunda-feira, em Vila do Conde – terra-natal do técnico maritimista – os verde-rubros vão em busca de mais três pontos. "Três vitórias fora já são bem positivas, tal como acontece com outras equipas bem conceituadas, e vamos agora à procura da quarta. Perante um ótimo adversário, que se apetrechou para lutar pelas competições europeias, bem orientada e com bom plantel. Já o defrontei para a Taça CTT e sei que será difícil para nós. Por tudo o que referi e pelas condicionantes do tempo, pois conheço muito bem Vila do Conde e sei as dificuldades que temos de enfrentar pelo vento que possa existir", salientou.

Reforços aguardam

Daniel Ramos estreou Luís Martins na última jornada, mas ainda não vai lançar mais nenhum reforço de inverno para esta jornada.

"Qualquer um dos outros estão em fase de integração e, por razões diferentes, ainda aquém daquilo que eu penso que eles podem render. Principalmente por não terem o ritmo de jogo suficiente. O Adul Seidi vai jogar pela equipa B nesse sentido e os outros estão a evoluir bem. Estou satisfeito com esse progresso e espero que em breve possam ser alternativas", referiu, explicando: "O Rafael Broetto está com 50 dias de paragem, assim como o Abdul-Basit, e o Keita com 40. São tempos muito significativos e queremos que eles ganhem agora a melhor condição possível".
Por Gonçalo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas