Falta trabalhar organização ofensiva

Aspeto a melhorar

• Foto: Ricardo Nascimento
Cláudio Braga faz um balanço positivo do estágio no Algarve e considera que o caminho trilhado é o correto. "Estamos em processo de crescimento. O mais importante para nós é ver se a equipa está a aplicar os princípios em todas as fases do jogo. Sem esquecer que só teve uma folga em praticamente quatro semanas. Houve muito treino e uma carga intensa. Os jogadores saem com alguma fadiga, mas eles têm de saber lidar e reagir às situações dentro dessa fadiga", comentou o técnico do Marítimo.

A nova ideia de jogo é diametralmente oposta à do ano transato. "Na fase de organização ofensiva ainda há muito trabalho a fazer, mas quero deixar bem claro que dou igualmente muito valor a defender bem, em ver as minhas equipas saberem sair numa transição ofensiva com qualidade. Há varias fases e situações de jogo em que vamos ter de dar resposta e vamos ter de as dominar. E temos jogadores com qualidade para isso", garantiu Cláudio Braga, de 43 anos.

Duas rescisões

A equipa regressa esta tarde ao trabalho, altura em que o técnico se reúne com o presidente, Carlos Pereira, para definir o plantel. Como é normal, este vai sofrer alguns ajustes. Entretanto, os guineenses Piqueti (que fora dado como provável no Varzim) e Seidi rescindiram os seus contratos com os madeirenses.
Por Gonçalo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas