Lito Vidigal e a vitória do Marítimo sobre o FC Porto: «Será certamente notícia mundial»

Treinador do Marítimo realçou desempenho da equipa na visita ao Estádio do atual campeão nacional

• Foto: Lusa

Em 110 anos de história, o Marítimo conquistou, este sábado, a primeira vitória no Estádio do FC Porto (em jogos a contar para o campeonato), num encontro atribulado no marcador, nos bancos e mesmo dentro do relvado, com vários casos polémicos.

Contudo, para Lito Vidigal, treinador que foi expulso no decorrer da partida, o único dado que realmente interessa realçar após a partida deste sábado (e que merecerá ser "notícia mundial") é a vitória da sua equipa diante do atual campeão nacional.

"Não há muito para falar, há sempre muito mais para trabalhar. Alguns têm um discurso mais alongado, se calhar mais aveludado, eu prefiro fazer o meu trabalho. Transformar as minhas palavras em atos, é o que eu tenho feito a minha vida toda, a ouvir toda a gente, falar o possível e o necessário. Depois, dentro do meu trabalho, quero tentar desempenhá-lo ao máximo com qualidade. Quando é necessário conversarmos um pouco mais e aprofundarmos as coisas, também o consigo fazer e terei de fazer, mas na maior parte das vezes não interessa muito andar neste bate-boca. É saber defender o que é o meu trabalho, continuar a ser inteligente na gestão daquilo que é o meu trabalho e o que nos fez vencer hoje foi o facto de termos sido muito inteligentes, termos sido muito fortes, soberanos e como você disse, não é fácil vencer aqui com três golos. É uma vitória fantástica e que estes jogadores merecem", começou por referir o treinador do Marítimo, em conferência de imprensa no final do jogo.

Tempo útil de jogo

"No último jogo nós jogamos com menos um jogador durante uma hora, conseguimos, mesmo com menos um jogador, fazer mais um golo. Depois, conseguimos manter essa vitória com menos um jogador. Foi uma vitória fantástica. Agora, quando há maldade a gente olha para aquilo que nos interessa e começamos a rotular as pessoas com coisas que não interessam, que não são verdades, que não são verídicas. Se tivéssemos que falar das coisas menos boas que o futebol tem, teríamos aqui pano para mangas. Estas vitórias tornam o futebol português mais competitivo, mais vistoso e certamente será notícia mundial. Logo, valoriza o futebol português."

A expulsão e os 10 minutos de compensação

"O quê que eu vou dizer? Não vou dizer nada. Primeiro, fico triste porque eu estava a falar com o meu jogador, nós estávamos a ganhar, com um jogo difícil, com a possibilidade de manter a vitória e há sempre aquela possibilidade de querer mostrar serviço. Um jogador jovem, inexperiente, que nem quis saber do resultado, mas naquele momento era mais importante o resultado e gritei com ele para recuar para a posição. Agora, eles escrevem o que quiserem. Eu sei o quê que fiz e disse, estou de consciência tranquila. É a primeira vez em 110 anos de história que o Marítimo ganha aqui [no Estádio do Dragão]. Nós temos é de falar desta vitória e esquecer esses pormenores", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
8
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.