Petit: «Podíamos estar aqui toda a tarde que a bola não entrava»

Lamenta derrota caseira frente ao Boavista

• Foto: Hélder Santos/AS Press

Petit, treinador do Marítimo, analisou a derrota deste sábado diante do Boavista, sublinhando que a sua equipa merecia outro resultado pelo que fez em campo.

Análise ao jogo

"Fomos a melhor equipa em campo, por aquilo que fizemos ao longo dos 90 minutos, pelas oportunidades, pela circulação de bola que tivemos. O Boavista teve uma oportunidade, que o Charles defendeu, teve o golo e, a partir daí, não teve nada. Tomámos conta do jogo desde o primeiro minuto até aos 90. Tentámos de tudo, trabalhámos, mas não fomos felizes. Queríamos acabar com 42 pontos, mas não tenho nada a apontar aos jogadores, pelo que trabalharam."

Futuro

"Quando cheguei, o Marítimo estava na luta pela manutenção e conseguimos o objetivo há alguns jogos. Esperávamos ter atingido a meta dos 40 pontos, mas não conseguimos. Podíamos estar aqui toda a tarde que a bola não entrava. Eu tenho estado várias vezes com o presidente [do Marítimo, Carlos Pereira] e, a partir de segunda-feira, vamos falar, fazer um balanço desde a minha chegada e daquilo que foi a época do Marítimo. Eu tenho mais um ano de opção".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas