Vasco Seabra: «Um jogo para nunca mais esquecermos»

Técnico dos insulares garante que foi o pior à frente da equipa

• Foto: Hélder Santos

Vasco Seabra, treinador do Marítimo, analisou o jogo com o Chaves que terminou com a derrota (1-2) dos insulares na 2ª jornada da Liga Bwin.

"Um jogo para nunca mais nos esquecermos, porque penso que foi pior desde que estou no Marítimo. Um jogo em que nunca nos encontrámos, em que estivemos sempre no jogo em altos e baixos. Naturalmente, temos que arrepiar caminho, temos que nos reerguer pois estes não somos nós. As coisas podem não nos correr bem, mas temos de nos manter compactos, procurar fazer bem as coisas, correr e chegar primeiro. Tivemos várias oportunidades para fazer golos, mas concedemos 20 e tal remates a uma equipa. São dados estatísticos, mas revelam que nós, forçosamente, temos que refletir e corrigir de imediato porque não há tempo", considerou, pedindo tempo para que os novos recrutas se possam entrosar com o restante plantel.

"Acho que os reforços têm qualidade e precisam de tempo para perceber as ideias de jogo, ganhar ritmo e de crescer, faz parte do treino. Se estivesse na pré-época estaria muito mais preocupado. Sabemos que hoje não estivemos bem, e sabemos para onde queremos ir", deu conta Seabra.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas