João Henriques traça meta para a próxima época: «O principal objetivo é a permanência»

Treinador do Moreirense projetou a temporada 2020/21 no dia em que o clube arrancou os trabalhos de pré-época

• Foto: Moreirense

João Henriques projetou o desafio que iniciou esta segunda-feira no comando técnico do Moreirense, no final da primeira sessão de trabalhos do clube de Moreira de Cónegos com vista à preparação da época 2021/22. O treinador, de 48 anos, traçou os objetivos, anteviu o regresso dos adeptos aos estádios e falou ainda em possíveis reforços.  

Com que expectativa é que abraça este projecto do Moreirense?

"Com grande responsabilidade e muito optimismo. Responsabilidade por aquilo que o Moreirense fez nas últimas épocas e grande optimismo porque grande parte do grupo da época anterior já está aqui presente. Contamos com mais alguns ajustes, mas isso dá-nos um grande optimismo para encarar o futuro do campeonato. O grupo está motivado, a querer dar continuidade ao que foi feito anteriormente, naturalmente com o peso da responsabilidade daquilo que fez nos últimos três anos."

Quais são os objectivos concretos para este campeonato depois de de dois oitavos e um sexto lugares nos últimos três anos?

"É à semelhança do que tem sido feito nas últimas três épocas. O principal objectivo é a permanência o mais cedo possível para depois podermos dar o passo seguinte e tentar superar o que foi feito nos últimos anos."

Nas últimas épocas tem-se falado muito da instabilidade nas equipas técnicas no Moreirense, mesmo com bons resultados do ponto de vista desportivo. Pensou nisso no momento de assinar contrato?

"É um novo ciclo que começa, tanto é um novo ciclo que pela primeira vez o Moreirense está aqui [Vila Desportiva], a iniciar uma pré-época dentro de portas. É isso mesmo que o Moreirense quer, dar um passo em frente naquilo que é a sua estrutura, as condições de trabalho que dá aos seus profissionais. Isso sim pesou na minha decisão de vir para o Moreirense. Temos um complexo fantástico, que no futuro será ainda melhor com a conclusão das obras. Isso dá-nos muita motivação. Temos condições de trabalho, estamos a iniciar um projecto e temos uma equipa ambiciosa."

Ainda falta muita gente para completar o plantel?

"Ainda não contamos com alguns jogadores que estão a cumprir as respectivas quarentenas. Depois, queremos colmatar as saídas que existiram. Os jogadores que pretendemos estão referenciados, estamos a trabalhar nisso, muito em breve vão surgir as notícias que desejamos. São jogadores que vão acrescentar ao que o plantel já tem."

Um lateral direito e médios são as principais necessidades?

"Sim. Queremos mais um lateral direito e pelo menos mais dois médios. É uma pré-temporada para analisar, para vermos o que temos dentro de casa e para ajustar o que for necessário."

Tem a garantia que vai contar com o Filipe Soares ainda nesta pré-temporada?

"O Filipe Soares e o Abdu Conté vão chegar mais tarde devido aos compromissos das seleções. O mercado está aberto até ao final do mês de Agosto. Naturalmente, os bons jogadores são sempre cobiçados, como é o caso do Filipe e do Abdu. Por enquanto, são jogadores do Moreirense e contamos com eles."

Como vê o regresso do público aos estádios na próxima época?

"É fundamental. Temos visto agora no Europeu que é uma diferença muito grande ter público nos estádios. É muito desejado o regresso dos espectadores, porque dão ambiente a qualquer estádio. É necessário o regresso dos adeptos, é obrigatória voltarem para que os jogos possam voltar a ter a emoção que perderam com a ausência do público", finalizou.

Por Bruno Freitas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Moreirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.