Jorge Simão: «Faltou um golo que pudesse agitar o jogo»

Análise do treinador do Paços de Ferreira ao empate em Braga

Jorge Simão: «Vinha com esperança de ganhar o jogo»
O empate do Paços de Ferreira em Braga deixa a equipa de Jorge Simão fora da final four da Allianz Cup mas o treinador dos castores gostou da exibição da equipa e sublinhou o facto de ter começado o jogo com quatro jogadores da formação. 

"Fiquei contente com o jogo que fizemos, mas nesta parte final podíamos ter forçado mais um bocadinho no último terço do Sp. Braga. Os jogadores foram acusando alguma fadiga e a bola deixou de rolar com tanta velocidade. No onze tínhamos o Bastos, o Lima, o Matchoi, o Abbas... que saem da formação. Ter quatro jogadores da formação no onze, que se bateram desta forma, é um motivo de orgulho para o Paços, para as pessoas e para o projeto futuro daquilo que é o Paços. Todos os jogadores que estão no Paços podem um dia sonhar", afirmou, à Sport TV.

"O que nos fica é um jogo com uma personalidade bastante vincada, uma equipa que sabia do que vinha à procura. Tivemos muitos lances de bola parada. Defensivamente estivemos a bom nível. Faltou um golo que pudesse agitar o jogo. Saio com sensações boas e estamos aí para a luta", acrescentou Jorge Simão.

"A vitória com o Gil Vicente [n.d.r.: no acesso à fase de grupos] deu-nos a possibilidade de ter muitos jogadores em competição. Eles estão preparadissimos. Não é um plantel muito extenso, mas as nossas soluções lutam por uma posição. Fico contente com a resposta que os jogadores deram. O futebol e a constituição de uma equipa tem de funcionar desta forma", concluiu o técnico pacense.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas

Notícias Mais Vistas