Nuno Santos: «Não é toda a gente que vem aqui e consegue um resultado pela margem mínima»

Médio do Paços de Ferreira feliz pelo golo marcado mas triste pela derrota no Dragão

O golo do Paços no Dragão: FC Porto pediu falta sobre Marcano mas árbitro mandou jogar

Nuno Santos marcou o golo que colocou o Paços de Ferreira a vencer no Dragão e, no final da partida, que terminou com vitória do FC Porto, o médio dos castores considerou que o primeiro golo do FC Porto, na reta final da 1ª parte, foi decisivo para o desfecho.

"Faltava pouco tempo para o intervalo, não conseguimos segurar. O FC Porto a jogar em casa, com mais bola do que nós, nós não tão bem com bola, focados defensivamente, mas é difícil defender uma equipa que está mais tempo sobre nós do que o contrário. O segundo golo dita o resultado, embora tenhamos tido uma bola ao poste e outras oportunidades, mas não conseguimos", afirmou, à Sport TV, o jogador que está emprestado pelo Benfica ao Paços de Ferreira. 

"A jogar em casa do FC Porto é normal que não se consiga ter tanta bola. Acredito que, se tivéssemos mais, seria diferente. Mas há que realçar o desempenho da equipa. Não é toda a gente que vem aqui e consegue um resultado pela margem mínima. Continuamos o nosso trabalho para voltarmos mais fortes do que nunca", acrescentou, admitindo que marcar um golo "é sempre especial". "Acima de tudo queria os três pontos", lamentou. 

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas