Paços de Ferreira condena insultos racistas a Douglas Tanque

Incidente ocorreu aos 80 minutos no jogo com o Vizela

• Foto: Filipe Farinha

O Paços de Ferreira reagiu esta segunda-feira em comunicado aos alegados insultos racistas de que Douglas Tanque terá sido alvo no jogo disputado em Vizela. A SDUQ pacense "condena veemente o comportamento racista ocorrido ontem no Estádio do FC Vizela contra o nosso atleta Douglas Tanque, reforçando que este tipo de atitudes não pode ter lugar no desporto nem em qualquer outro contexto. Importa ainda acrescentar que reconhecemos que este foi um ato perpetrado por uma única pessoa e que em nada representa o FC Vizela e os seus adeptos - tendo o clube sido irrepreensível na forma como fomos recebidos", pode ler-se no comunicado.

O incidente ocorreu aos 80 minutos, quando Douglas Tanque se preparava para substituir Denilson. Momentos antes de autorizada a entrada em campo, o brasileiro manifestou-se indignado em direção a bancada por ter ouvido insultos racistas. Fonte pacense garante que ouviu várias vezes a palavra macaco.

As autoridades foram depois chamadas ao local e encaminharam um adepto para o exterior do estádio para ser identificado.

No final da partida, Douglas Tanque ainda se mostrava visivelmente transtornado com o acontecimento e ainda tentou ir à bancada procurar o adepto que terá proferido insultos racistas.

Por José Santos
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas