Beto: «Golo ao FC Porto deixou-me louco de alegria»

Avançado do Portimonense marcou pela primeira vez na Liga NOS, logo na casa do campeão, e quer sair do último lugar

PODEROSO. Beto colocou algarvios em vantagem no Dragão
PODEROSO. Beto colocou algarvios em vantagem no Dragão • Foto: josé gageiro/Movephoto

O avançado Beto, jogador do Portimonense, marcou o seu primeiro golo na Liga NOS diante do FC Porto, no Dragão. “Foram instantes de uma euforia incontrolável”, confessa, horas depois de bater Marchesín com um cabeceamento indefensável.

“Sonhava há muito com este momento e finalmente ele chegou. Fiquei louco de alegria!”, adianta. Beto já reviu diversas vezes as imagens do seu golo, admitindo ser “um momento para não mais esquecer”.

“O golo dá-me uma força extra e uma injeção de confiança, embora eu seja otimista por natureza: acredito muito em mim, sei o que valho e não ficarei abatido se no próximo jogo não fizer parte do onze inicial”, garante.

Beto, de 22 anos, revela ter recebido “muitos telefonemas de amigos de infância”, orgulhosos pelo que fez. Em Tires, onde reside a família e em cujo clube iniciou a carreira, houve festa. “Até o meu primeiro treinador e o presidente me ligaram”, conta, radiante. Elogiado por responsáveis diretivos, técnicos e companheiros após o primeiro jogo no escalão principal em que fez os 90 minutos, Beto saiu “insatisfeito com o resultado” pois acreditou que os algarvios iam “conquistar pontos”.

O dianteiro sente-se “desconfortável com a classificação”. “Não merecemos o último lugar e temos de reagir para sair desta posição. Temos qualidade para garantir a permanência”, frisa.

Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas