Portimonense-Cova da Piedade, 1-1: Algarvios sofrem mas continuam invencíveis

Alvinegros dominam sem ganhar

Pires, Portimonense
Pires, Portimonense • Foto: Filipe Farinha

O Portimonense e o Cova da Piedade empataram 1-1, em jogo referente à 7ª jornada da 2ª Liga, disputado este sábado em Portimão, em que os algarvios a evitaram a derrota em período de descontos.

No Estádio Municipal de Portimão, Robson abriu o marcador para o Cova da Piedade, aos 50 minutos, e Pires, aos 90+3, assinou o tento do Portimonense, mantendo a invencibilidade da formação comandada por Vítor Oliveira.

Numa partida que teve apenas um sentido, o da baliza dos forasteiros, a formação de Sérgio Bóris foi a mais eficaz, ao concretizar a única ocasião de golo de que dispôs ao longo do jogo, perante um adversário que dominou e criou várias oportunidades para vencer por margem folgada, a mais flagrante, aos 25 minutos, da marca da grande penalidade.

Durante a primeira parte, o Portimonense desperdiçou várias ocasiões para abrir o marcador, com Ewerton (13, 18 e 20 minutos), Paulinho, Jadson (37) e Pires [na foto] (43) a evidenciarem-se pela negativa, ao não conseguirem finalizar, a mais flagrante protagonizada por Paulinho (25), ao falhar uma grande penalidade, por derrube de Chico Gomes a Ewerton.

No segundo tempo, o Cova da Piedade, que raramente saía do seu meio-campo, surpreendeu ao marcar contra a corrente do jogo, na sequência de um livre finalizado por Robson (50 minutos), que surgiu solto na área, com culpas para a defesa algarvia.

A partir daqui, o Cova da Piedade recuou ainda mais no terreno, colocando todos os jogadores atrás da linha da bola para segurar a vantagem, dificultando a ação ofensiva dos algarvios, que acabariam por chegar ao empate já no período de descontos por intermédio de Pires (90+4).

O avançado finalizou com um pontapé de bicicleta um lance de grande confusão na área do Cova da Piedade.

A partida ficou ainda marcada pelo elevado número de cartões exibido pelo árbitro, para penalizar o antijogo e protestos da equipa do Cova da Piedade: oito cartões amarelos e um vermelho direto a Irobiso, suplente do Cova da Piedade, e a expulsão a Frederico Bóris, dirigente da equipa da margem sul.

Jogo no Estádio Municipal de Portimão

Portimonense - Cova da Piedade, 1-1

Ao intervalo: 0-0

Portimonense: Ricardo Ferreira, Ricardo Pessoa (Zambujo, 75), Lucas, Jadson, Lumor, Marcel (Manafá, 57), Ewerton, Paulinho, Tabata (Gustavo, 57), Amilton e Pires.

Treinador: Vítor Oliveira.

Cova da Piedade: Pedro Alves, Chico Gomes, Danielson, Bruno Bernardes, Evaldo, André Carvalhas, Robson, Siaka Bamba (Marco Bicho, 63), Filipe Godinho (Magique, 79), Rui Varela e Ricardo Barros (Miguel Ângelo, 88).

Treinador: Sérgio Bóris.

Árbitro: Tiago Martins (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Bernardo (26), Chico Gomes (37), Rui Varela (41), Evaldo (45+2), Pedro Alves (51), Tabata (55), Amilton (63), Robson (68), Danielson (76) e Ricardo Barros (80). Cartão vermelho direto para Irobiso (42, no banco). O dirigente do Cova da Piedade Frederico Bóris foi expulso do banco (90+4).

Assistência: Cerca de 900 espectadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas