Vítor Oliveira crê em rápida retoma

Líder vive o pior ciclo da época, mas o técnico acredita que em breve a equipa será mais forte

• Foto: Ricardo Nascimento

O Portimonense até dilatou a vantagem para o segundo classificado (Aves) na última jornada, mas a verdade é que a equipa de Vítor Oliveira vive o pior ciclo da época, com três jogos consecutivos sem vitórias.

"A muito curto prazo voltaremos a ser uma equipa forte", garante o treinador do conjunto algarvio, que perdeu dois habituais titulares, Lumor e Amilton, no mercado de inverno. "Os reforços [Luís Mata, Gleison, Fabrício e Hudson foram os últimos a chegar e Brendon veio no início de janeiro] estão integrados no grupo, mas ainda não adaptados às rotinas da equipa", assinala Vítor Oliveira, acrescentando: "Falta dar alguns passos para uma plena adaptação, de forma a exteriorizarem todas as suas capacidades, mas seguramente a curto prazo serão mais-valias. Por isso os fomos buscar."

"Essa adaptação será deles em relação ao que nós pensamos do jogo, e nossa em relação ao que eles podem dar ao nosso jogo", explica o treinador, de 63 anos, crente em avanços em breve. "Isto de forma a que possamos manter, e se possível ampliar, a diferença em relação aos perseguidores", sustenta.

Diante do Sp. Covilhã, Vítor Oliveira deverá continuar com três (Lucas, Jadson e Brendon) dos quatro centrais de fora, mantendo-se o adaptado Marcel, trinco de origem, no lugar. Stanley, recuperado de lesão, poderá voltar às opções.

Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas