António Silva Campos: «Todos diziam que o segundo escalão era um 'inferno' e rapidamente percebemos isso»

Presidente do Rio Ave traça como objetivo "fazer uma época tranquila" na I Liga

• Foto: Luís Vieira/Movephoto
O presidente do Rio Ave, António Silva Campos, traçou hoje como objetivo para equipa no regresso à I Liga portuguesa de futebol, na próxima temporada, "fazer uma época tranquila que dignifique Vila do Conde". O dirigente partilhou essa ideia na receção que a Câmara Municipal promoveu ao plantel, numa homenagem e agradecimento pela subida de divisão, conquistada domingo, juntamente com o título de campeão nacional da II Liga.

"Temos de criar objetivos, retificar a nossa equipa, mas ter os pés bem assente na terra. Não vamos fazer promessas além do objetivo de fazer uma época tranquila, que dignifique o Rio Ave e Vila do Conde", partilhou o dirigente.

António Silva Campos mostrou-se orgulho de poder "assinalar a subida de divisão e o título de campeão na Câmara de Vila do Conde", mas lembrou "as dificuldades passadas pelo clube desde a descida de divisão", na época anterior.

"Foi preciso muita coragem e determinação para podermos regressar à I Liga. Toda gente dizia que este segundo escalão era terrível, um 'inferno', e rapidamente percebemos isso. Só com a excelente prestação de todos no clube, especialmente os jogadores e treinadores, conseguimos o nosso objetivo", frisou o presidente do Rio Ave.

Essa mesma ideia de união em prol de um objetivo maior foi transmitida pelo técnico Luís Freire, que tudo indica irá continuar no comando da equipa na próxima temporada, e hoje mostrou-se "orgulhoso de devolver a esperança e amor dos adeptos pelo Rio Ave".

"Este grupo conquistou as pessoas pela união demonstrada nas adversidades. Honram as gentes trabalhadoras de Vila do Conde, habituadas às dificuldades do mar. Fomos uns companheiros e uns irmãos na nossa caravela no balneário, e é muito bom poder ficar na história do clube e da cidade", disse o técnico, de 36 anos.

Em nome dos jogadores falou o capitão Vítor Gomes e apontou que o sucesso do Rio Ave é a soma "de várias peças de um puzzle", agradecendo a todos do clube, pelo qual jogou desde criança, "ter vivido uma enorme alegria aos 34 anos".

Para assinalar o momento, a Câmara vila-condense entregou a todos os elementos do plantel, direção e 'staff' medalhas alusivas ao feito conseguido esta época, e, emocionado por ter recebido uma camisola do clube com o seu nome, o presidente da autarquia, Vítor Costa, disse que "o sucesso do Rio Ave é o sucesso de Vila do Conde".

"O meu agradecimento por terem conseguido esta grande honra para o nosso município. Representaram Vila do Conde com a vossa garra e determinação. São um exemplo para todos nós", disse Vítor Costa.

O autarca partilhou que "Vila do Conde espera que o Rio Ave continue grande" e perante os presentes assumiu o compromisso de "estar sempre com o clube no que for preciso".

"O Rio Ave é uma equipa maior do futebol português e sonho em voltar a ver o clube na Europa", desabafou o presidente de Câmara.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas