Guga: da obrigação de 'dar' jogador a ver-se no Benfica no papel... de Enzo Fernández

Médio do Rio Ave recorda crescimento nas águias

• Foto: José Gageiro/Movephoto
Guga passou mais de uma década ligado ao Benfica, desde os sub-12 até à equipa B dos encarnados. O atual médio do Rio Ave viu a sua ascenção ao plantel principal travada por lesões que praticamente lhe tiraram "dois anos" da sua carreira e, com conhecimento de causa, transmitiu a sua visão sobre o privilégio que é fazer a formação num grande nacional. À boleia do tema, aceitou projetar-se no atual Benfica, onde lhe caberia o papel de Enzo Fernández.

"A mensagem que sempre passei, desde que saí, é que temos de aproveitar ao máximo a formação que nos é dada num grande clube. É quase obrigatório 'dar jogador' face às condições que nos oferecem, ao nível dos treinadores por exemplo, etc... Eu passei pelo Benfica, mas sei que os clubes grandes trabalham muito bem e abrem muitas portas", afirmou, em declarações no Canal 11, esta quarta-feira.

Convidado a olhar para o atual Benfica e encontrar o seu papel na equipa caso fosse jogador das águias, Guga não teve dúvidas. "Dentro da tática e dos nomes que o Benfica tem, seria algo semelhante ao papel que o Enzo cumpre", disse, vincando "a grande época" que o argentino está a fazer, com um sorriso à mistura, deixando perceber que com essa menção não estava a fazer uma correspondência direta entre si e o médio do Benfica.

Sobre a temporada do Rio Ave, o médio, de 25 anos, destacou a regularidade da equipa após um arranque difícil. "A temporada tem corrido bem, individual e coletivamente. Apanhámos um calendário muito difícil no início, com a equipa ainda a ser montada... Mas demos uma boa resposta e temos 18 pontos neste momento na 1.ª Liga", comentou.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas