Daniel Ramos: «Todos os jogos até ao final da Liga vão ter um grau de dificuldade elevado»

Treinador do Santa Clara anteviu a partida com o Famalicão da 31.ª jornada do campeonato

• Foto: Nuno Gomes
O treinador do Santa Clara, Daniel Ramos, defendeu esta quarta-feira que todos os jogos até ao final da Liga NOS vão ter um grau de "dificuldade elevado", porque todas as equipas estão a lutar por "objetivos importantes".

"Nesta ponta final, cada jogo é um jogo difícil para quem quer que seja. Olhamos para a tabela classificativa e não há uma equipa sequer que neste momento não lute por algo importante, que não esteja na luta por objetivos importantes", afirmou Daniel Ramos.

O treinador do Santa Clara falava em conferência de imprensa, no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, antes da deslocação a Famalicão, para o jogo da 31.ª jornada da Liga NOS. Daniel Ramos disse acreditar que até ao final do campeonato os pontos vão ser todos disputados "até ao último segundo".

"Vão ser jogos, até ao final, para todos, muito difíceis, muito competitivos, de resultado incerto, em que os três pontos, muito provavelmente, em quase todos campos, vão ser disputados até ao último minuto, até ao último segundo", declarou.

O técnico reforçou que, apesar das dificuldades, a equipa açoriana assume a "responsabilidade" de querer vencer a formação orientada por Ivo Viera.

"O grau de dificuldade é elevado para a toda a gente. Este jogo com o Famalicão para nós tem essa responsabilidade e essa dificuldade. Essa responsabilidade e dificuldade de fazermos o que nos compete para vencer, porque interessa-nos vencer e ir à procura dos três pontos", assinalou.

Na primeira volta do campeonato, o Famalicão venceu o Santa Clara, nos Açores, por 2-1, numa altura em que a equipa famalicense era orientada por João Pedro Sousa. Daniel Ramos afirmou que Ivo Vieira fez "sobressair o valor individual" da equipa, que "aumentou a agressividade" e passou a estar "muito mais presente nos momentos do jogo".

O técnico açoriano realçou que a sua equipa tem de ir para o encontro de "mangas arregaçadas" e com "objetividade pelo golo".

"Vamos para jogo de mangas arregaçadas e vamos lutar pelo melhor resultado. É este Santa Clara de mangas arregaçadas, inteligente, organizado e comprometido que tem de ir para jogo", apontou.

Após o empate a três bolas na última jornada da Liga NOS, com o Boavista, Daniel Ramos disse, a propósito das competições europeias, que a equipa não poderia "assumir algo que fica difícil de assumir".

Questionado sobre se essas declarações pretendiam retirar pressão à equipa, o técnico do Santa Clara disse ser "injusto" continuar a falar da ambição europeia da equipa, enaltecendo o "percurso imaculado" da formação insular no campeonato.

"Não nos cobrem por algo que não é justo. Acho injusto estarem a bater na mesma tecla: Europa, Europa, Europa... Acho injusto para a equipa. O que nos comprometemos foi lutar pelos pontos e ver do que daí advinha", atirou.

Em 11 de abril, o presidente do Santa Clara, Rui Cordeiro, afirmou que a equipa açoriana iria procurar chegar às competições europeias, depois de ter atingido a marca de 35 pontos, que, praticamente, carimbava a permanência na Liga NOS.

O Santa Clara, sétimo classificado, com 37 pontos, vai defrontar o Famalicão, 14.º, nesta sexta-feira, às 19:00, no estádio Municipal de Famalicão, em jogo da 31.ª jornada da Liga NOS.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas