«Estava todo c..., tremia por todos os lados»: Diogo Salomão recorda estreia pelo Sporting

Extremo do Santa Clara recordou passagem pela formação leonina

• Foto: Miguel Barreira

Diogo Salomão, extremo português que voltou esta temporada ao campeonato português para vestir a camisola do Santa Clara, fez esta sexta-feira uma retrospetiva à carreira enquanto profissional de futebol.

O ex-jogador do Sporting recordou, em entrevista exclusiva ao canal de YouTube 'Vamos Falar de Futebol', a estreia no Estádio José Alvalade, o primeiro golo com a camisola dos leões, a partida para o campeonato espanhol e elegeu ainda o melhor golo da carreira, numa conversa que durou cerca de uma hora.

Estreia diante do Nacional, em Alvalade

"É impossível não mexer [pessoalmente]. Eu falo por mim, estava todo cagado, tremia por todos os lados. É aquela coisa de querermos mostrar que somos bons e que servimos para aquilo e não querer dececionar as pessoas que nos estão a acompanhar e a ver o jogo no estádio ou desde casa. Uma coisa que temos no futebol é que não podemos corrigir as coisas que fazemos e isso é um bocado complicado. Se falhaste um golo de baliza aberta, falhaste. Não há hipótese."

O primeiro golo com a camisola do Sporting

"O primeiro golo foi contra o Levski de Sófia, para a Liga Europa. Foi inesquecível, incrível. Um golo que marca o início da minha carreira enqunato profissional e ainda por cima numa competição europeia. A minha família felicitou-me toda."

A época que tiveste no Sporting fez-te merecer o reconhecimento que hoje tens no futebol?

"Sem dúvida. Esse é um dos momentos-chave da minha carreira, em que tive a oportunidade de ir, através do Costinha, que era o diretor desportivo na altura. A ideia do Sporting era de fazer um contrato e emprestar-me ao Cercle Brugge, um dos satélites do Sporting, e eu estava tão focado e queria tanto, era tão ambicioso, que falei com o Costinha para me deixar fazer a pré-época para falar com o treinador que era o Paulo Sérgio e achava que tinha qualidade para estar na equipa. Estas foram as minhas palavras com o Costinha e ele ficou assim um bocado admirado: 'Como é que este puto chega aqui e está a pedir-me isto? Não tem noção das coisas que está a dizer?'. Foi um bocado esta a expressão dele. As coisas correram bem durante a pré-época e acabei por ganhar um lugar na equipa naquela época."

Admiração por André Martins

"É um jogador incrível. Quando jogava no Real Massamá, era o aquilo que eu transmitia aos meus colegas. Ele para mim era o jogador com mais 'pézinhos' dos que estavam na equipa e com mais qualidade. Joga muito. Sempre demonstrou isso, mas lá está são as tais oportunidades."

Passagem pela equipa B do Sporting

"Tive a oportunidade de jogar no Sporting B e conhecer alguns miúdos que jogavam nos juniores para transitar para os seniores e qualidade não falta ali. É uma questão de apostas e de dar oportunidades aos miúdos porque talento não falta."

Como soubeste que ias ser emprestado?

"A conversa foi com o Couceiro, que era o trienador no final da temporada. O Paulo Sérgio já tinha saído e o Couceiro veio para comandar a equipa nos últimos jogos e foi ele quem me transmitiu a intenção da direção de emprestar-me durante um ano. Na altura, não havia um clube definido para eu ir mas tanto o Sporting como a agência que me representava desportivamente nessa altura, que era a Gestifute, começaram a trabalhar nisso e a melhor decisão, entre as que eu tinha, foi o Deportivo."

Sentias que esse ano era seria apenas para cumprir o empréstimo e que depois voltavas ao clube?

"Eu queria ficar, essa era a minha intenção. Sabia que era o sítio ideal para eu crescer enquanto jogador porque as condições que o Sporting oferece aos jogadores, em termos de estrutura, de academia, são incríveis, é absurdo. Mas, uma vez que não era a ideia do clube, tive de procurar uma alternativa", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas