Presidente do Santa Clara nega favorecimento ao Benfica: «Não temos o dom de competir em duas ligas»

Rui Cordeiro desmente quaisquer ilegalidades e diz que nas épocas em causa os açorianos estavam na 2.ª Liga

• Foto: Nuno Gomes

O presidente do Santa Clara, Rui Cordeiro, disse esta terça-feira que a investigação promovida às instalações da SAD se deve a "jogos de bastidores", devido à proximidade do ato eleitoral para a presidência do clube.

O líder do clube açoriano falava hoje em Ponta Delgada, na sede do clube, numa conferência de imprensa no âmbito das buscas a que o clube foi sujeito na segunda-feira. "Com o ato eleitoral do Santa Clara a seis meses verificamos, infelizmente, que começaram os jogos de bastidores na luta do vale tudo. Quando o Santa Clara era um cavalo que não tinha dentes e estava raquítico e a cambalear, ninguém o queria montar", afirmou.

Segundo o dirigente, as buscas tiveram por base o "putativo favorecimento ao Benfica através da compra do atleta Hamdu" para "obter ganhos desportivos nos jogos entre as duas equipas".

"Sucede que, por um lado, o contrato de cedência dos direitos desportivos cumpriu com todos os requisitos legais, e, por outro lado, na época desportiva 2016 e 2017 e 2017/18 o Santa Clara militava na segunda divisão, não tendo o dom janicéfalo de competir em duas ligas", destacou.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou, na segunda-feira, a realização de 29 buscas: "oito domiciliárias; uma, a uma fundação; seis, a instalações de três sociedades desportivas; nove, a outros tipos de sociedade; três, a dois clubes desportivos; e duas, a dois escritórios de advogados".

As buscas, de acordo com o mesmo documento, decorreram "em vários locais do país e contaram com a participação de magistrados do Ministério Público e dos tribunais de Instrução Criminal, inclusive, o Central e elementos da Polícia Judiciária e da Autoridade Tributária".

A revista Sábado já tinha noticiado que duas das SAD investigadas seriam as de Benfica e Santa Clara, estando em causa dois processos, um sobre a transferência de jogadores líbios e outro relacionado com o caso Mala Ciao.

Por Record com Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas