André Horta é alvo a título definitivo

Salvador convenceu médio a continuar aa Pedreira. Acordo em marcha com o Benfica

• Foto: Simão Freitas

O Sp. Braga está disposto a fazer um esforço para garantir André Horta a título definitivo. António Salvador conversou com o jogador e convenceu-o quanto ao facto de a continuidade na Pedreira ser a melhor solução para desenvolver o seu potencial. O Benfica, ao qual o médio está vinculado até 2021, não o incluiu na sua planificação desportiva futura, razão pela qual até admitia negociar de imediato o seu passe face ao interesse do Los Angeles FC, da MLS.

Nesse sentido, e depois de uma primeira abordagem de Luís Filipe Vieira para avaliar a possibilidade de os arsenalistas permitirem o negócio, António Salvador deixou claro que não abdicava de André Horta até ao termo do empréstimo, no final da temporada. A partir daí, e já tendo garantido o entendimento com o próprio jogador, a SAD deu início a um processo negocial complexo, mas que tem conhecido avanços nos últimos dias, ao ponto de a continuidade de André Horta no Minho poder ser entendida como estando muito bem encaminhada.

A pressão do Los Angeles FC vai continuar a fazer-se sentir, depois de uma proposta inicial que garantia sete milhões de euros ao Benfica, mas André Horta já definiu o seu plano de carreira e essa vontade é o grande trunfo dos Guerreiros, até porque a situação foi entendida pela Pro Eleven, de Carlos Gonçalves, que agencia o médio e está a colaborar para que haja fumo branco. A possibilidade de rumar aos Estados Unidos no final da temporada foi descartada, pelo que novas investidas estarão condenadas ao fracasso.

A impressão que o médio tem causado no plantel orientado por Abel Ferreira tem sido forte e, aos 21 anos, ainda dispõe de uma grande margem de progressão. Nesse sentido, o próprio Benfica poderá beneficiar de uma valorização futura de André Horta, dento dos acordos de parceria de mais-valias que têm feito regra nas últimas temporadas. Ainda assim, o Sp. Braga tem consciência de que terá de realizar um forte investimento para a sua dimensão financeira. O bom relacionamento entre os clubes será decisivo para o êxito que todos desejam.

Proximidade com Ricardo também pesa

A ligação forte que existe entre André Horta e o seu irmão, Ricardo, também pesa na decisão de projetar a sua carreira ao serviço do Sp. Braga, fazendo parte do repto de aproximação à luta pelo título lançado por António Salvador.

Com 23 anos e ligado aos bracarenses até 2021, Ricardo Horta optou pela via arsenalista depois de não ter conseguido vingar no Málaga. Nos quase dois anos que leva na Pedreira, apresenta um registo de 80 jogos e 20 golos, alcançando um patamar de afirmação que deve ter feito o seu irmão mais novo, André, pensar duas vezes.

O médio teve uma temporada de exceção pelo V. Setúbal na 1ª Liga, mas no plantel do Benfica ficou sempre curto em relação às expectativas. Realizou 16 jogos, dos quais apenas 10 como titular. Números que já superou no que está decorrido do exercício de 2017/18, tendo sido utilizado em 23 partidas por Abel Ferreira, 14 das quais como titular, registando um golo marcado na deslocação ao terreno do Boavista.

Por Vítor Pinto
9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas