Carlos Carvalhal: «Continuar a rematar e a melhorar a eficácia»

Treinador do Sp. Braga abordou a saída de Fábio Martins e deixou a garantia que a equipa está "em crescendo"

• Foto: EPA

Carlos Carvalhal fez na manhã deste sábado a antevisão à partida frente ao Santa Clara. O técnico dos bracarenses confirmou o regresso de Castro, abordou a saída de Fábio Martins e deixou a garantia que a equipa está "em crescendo".
 
Expetativas para o jogo: "Tivemos uma semana completa para trabalhar, foi importante porque chegaram jogadores tardiamente, e foi bom ver o regresso em pleno do Castro. Estamos em crescendo, a evoluir. Temos vários jogadores novos, a obrigação do clube é ganhar desde o início e estamos a fazer o nosso melhor para continuar na senda das vitórias" 

Santa Clara: "O Santa Clara é equipa boa, bem organizada e mostrou a sua competência na última Liga Conferência. O ano passado fomos felizes e vamos lutar pelos três pontos frente a um adversário que tem qualidade".

Lesão de Abel Ruiz muda alguma coisa? "Não muda nada. Temos plena confiança nos nossos avançados. O Abel teve uma lesão, avançam o Mario [González] e o Vitinha, dois jogadores em que temos total confiança. O Abel é um excelente jogador, o Mario também e o Vitinha, se calhar, quem sabe não vão ficar a conhecer porque tem muita capacidade de trabalho e finalização".

Saída de Fábio Martins é uma perda importante? "Desejo as maiores felicidades ao Fábio e quero agradecer a forma como esteve connosco. Fez 80 por cento dos jogos. Fico muito satisfeito por ter treinado o Fábio, mas esta era uma situação que já estava prevista e a vinda do Chiquinho tinha a ver com a saída do jogador. Emerge a capacidade do Chiquinho, que tem grande confiança, e agora só precisa de entrosamento".

Equipa libertou-se da pressão após o último triunfo? "Quem esteve no estádio percebeu a diferença quando esteve 0-0 e quando marcou. A equipa mudou, mais a atirar para a baliza. Não tenho as estatísticas, não encontrámos ainda, mas há duas ou três jornadas éramos a equipa que mais rematava a seguir ao Benfica. Parece que afinámos a pontaria no último jogo e queremos manter. Queremos continuar a rematar muito e a melhorar os níveis de eficácia".

Esquema tático: 3x4x3 ou 4x4x2? "Está em aberto, estamos a trabalhar sobre os dois sistemas, nem gosto muito de falar em sistemas, porque o que manda aqui fundamentalmente é a dinâmica, até porque o nosso sistema é muito híbrido, mas que estava refém da ausência de um jogador como o Sequeira. Estávamos quase que obrigados, pelo não ritmo do Moura, a ter que jogar com três centrais, que é coisa que nunca jogámos assim verdadeiramente, mesmo no ano passado. Em função da ausência do Sequeira e do não ritmo do Moura fomos obrigados a jogar um sistema mais rígido, que não é o que nós gostamos. Com eles, permite-nos ter um sistema muito mais flexível e temos em mão de ter a possibilidade de jogar com um jogador mais perto do avançado, que no último jogo foi o Chiquinho, que nos dá mais variabilidade à dinâmica e cria mais problemas ao adversário, estamos preparados para jogar nos dois sistemas e até no mesmo jogo, com os mesmos jogadores, alterar o sistema".

Regresso em pleno de Castro: "Tem um significado para a equipa que vai mais além do jogador, traz muita energia para o grupo. Tem uma personalidade pouco comum, é um jogador muito querido por todos, daí ter saudado o seu regresso. Sei a energia que ele traz. Junta toda a gente, ajuda muito o treinador, porque a sua competência vai para além do campo. Vai ajudar-nos já amanhã e nos próximos jogos".

Por José Mário
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas