Médios disfarçam seca dos goleadores

José Peseiro continua a trabalhar dois sistemas táticos

• Foto: Filipe Farinha

Faltam duas semanas para a Supertaça e por Braga ainda há muitas arestas a limar. José Peseiro continua a trabalhar dois sistemas táticos, os reforços chegam a conta-gotas e os jogos de preparação têm ajudado a afinar uma máquina que terá de estar 100 por cento operacional para derrotar o Benfica. Se a engrenagem nem sempre é a melhor e os avançados podem queixar-se da falta de bola, os homens que jogam mais atrás também se podem lamentar da falta de eficácia que, por vezes, Hassan e Stojiljkovic têm revelado.

Ainda anteontem, o egípcio falhou um golo de baliza aberta que podia ter ajudado a um triunfo bem mais tranquilo sobre o Marítimo. Ao cabo de uma mão-cheia de testes para a nova época, Hassan e Stojiljkovic, mas também Crislan, continuam em branco. Por Braga, golos só mesmo de Tomás Martínez (2), Pedro Santos (outros 2) e o tal penálti convertido por Alan nos descontos do último jogo.

Em teoria, pouco importa quem marca os golos, mas, na prática, não será bem assim. Os arsenalistas têm altas expectativas para a nova temporada e os homens-golo precisam mesmo de afinar a mira, estejam eles a jogar lado a lado, no 4x4x2 que transita da época passada, ou num regime mais solitário, no tal 4x2x3x1 que o novo treinador parece preferir.

A ausência de golos dá ainda mais força ao pedido que José Peseiro fez à SAD para que um novo ‘9’ seja contratado.

Por Ricardo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.