Pazes seladas com braçadeira

SAD aposta forte em Vukcevic e o novo capitão até já esqueceu o castigo de janeiro

• Foto: Simão Freitas

António Salvador tem resistido a todos os ataques do mercado para levar um dos mais importantes jogadores do meio-campo do Sp. Braga. Vukcevic já é um símbolo dos arsenalistas e este verão recebeu mesmo a braçadeira de capitão, que anteontem estreou após a saída de Rui Fonte e também de Pedro Santos.

O orgulho do montenegrino era ainda maior, face ao castigo que lhe foi aplicado por Jorge Simão em janeiro, quando deixou de o convocar por alegada falta de atitude. A SAD sempre confiou em Vukcevic, como está agora provado. "É um enorme orgulho para um montenegrino ser capitão de um clube como o Sp. Braga. Um orgulho e uma responsabilidade. Sou um dos quatro capitães, mas, acima de tudo, é em campo que quero ser importante", afirmou.

Vukcevic jogou e capitaneou a equipa em Hafnarfjördur, onde a formação portuguesa deu um passo de gigante rumo à fase de grupos da Liga Europa: "Conseguimos um resultado muito bom. Sinceramente, e com todo o respeito que tenho por eles, temos mais qualidade e acho que em Braga o jogo vai ser um pouco mais fácil. Temos um futebol de posse de bola, de ataque, procuramos espaços para tentar fazer golos. Eles é mais um jogo direto e à procura de ganhar os ressaltos."

O médio, agora com 25 anos, chegou ao Minho em 2013. A adaptação não foi fácil e a SAD até o quis emprestar. Vukcevic recusou sair, caiu na equipa B, mas levantou-se com categoria. Em 2015/16 já foi titularíssimo.

Por Ricardo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.