Rotatividade continua no dérbi

Várias mexidas em vista

• Foto: EPA
Em equipa que ganha não se mexe é uma máxima sem a mínima expressão na era de Abel Ferreira, como o comprovam as sucessivas alterações na equipa de um jogo para o outro, independentemente do resultado. Só de Setúbal para a Alemanha o treinador mudou seis jogadores e, apesar do triunfo frente ao Hoffenheim, é esperado que volte a mexer na mesma medida de grandeza para o dérbi com o V. Guimarães.

Pilar motivacional estratégico para contornar o escasso tempo de recuperação que o calendário permite. "A rotatividade só é questionada quando se perde, mas para mim será sempre fazer-lhes perceber que toda a gente conta e que têm de estar comprometidos e preparados para jogar", defendeu o treinador, garantindo que "o crescimento dá-se nas derrotas e nas vitórias": "Prova que conto com todos, mas, com apenas dois dias para recuperar, também é uma necessidade."
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas