Sp. Braga introduz instrutor para treinos em grupo online

Jogadores matam saudades do trabalho em conjunto com a interação possível neste momento e resultados são satisfatórios

• Foto: SC Braga
Ao fim de 10 dias em isolamento social é natural que os responsáveis dos clubes vão adaptando o trabalho dos jogadores para que esse fator não se faça sentir de forma negativa. Assim, nos últimos dias o Sp. Braga introduziu a figura do instrutor, como sucedeu ainda esta 2ª feira, em que houve treino funcional e de cycling para todos. Esta promoção do treino em conjunto só é possível obviamente com a preciosa ajuda de uma plataforma que permite que todo o plantel esteja a assistir ao trabalho através do computador ou mesmo na televisão lá de casa.

É a interação possível neste momento, mas considerada importante para que os jogadores consigam replicar de alguma forma o trabalho de grupo e amenizar também as saudades do treino em conjunto no relvado, algo que, como se percebe, é impossível de concretizar nesta fase.

Este treino em vídeo permite também alguma interação entre os próprios atletas, recuperando algumas dinâmicas de grupo que são consideradas fundamentais para o bem estar de todos.

Recorde-se que o plantel do Sp. Braga está em isolamento social desde o dia 13 e isso implica também ao nível logístico um esforço suplementar dos responsáveis do clube para que nada falte aos jogadores.

Aqui ficam todos os pormenores sobre os últimos tempos do Sp. Braga:

- Todos os treinos acontecem à mesma hora para que os jogadores mantenham a rotina diária e os tempos de descanso.

- A monitorização do trabalho por parte dos vários departamentos, técnico, clínico e fisiológico, é diária e em tempo real.

- Cada jogador tem um relógio que mede vários parâmetros, como a frequência cardíaca em treino e o gasto calórico.

- As refeições acontecem mais vezes durante o dia, mas com menos quantidade calórica, uma vez que o contexto de competição não está presente.

- Há treinos em que a intensidade é bastante alta e o controle do peso também é feito diariamente.

- A diversidade de treinos foi uma preocupação. Cada sessão tem sido diferenciada para que os jogadores permanecem focados no que é essencial nesta fase: manter a forma.

- Os resultados do trabalho tem sido bastante satisfatórios, pois todos os jogadores estão a cumprir o que estava planeado.

- A vertente técnico-tática nunca poderá ser igual, pois falta o trabalho de campo, mas Custódio e a equipa técnica têm-se preocupado em acompanhar os jogadores de forma individual, passando até vídeos, individuais e coletivos, do que pode ser corrigido e acertado neste capítulo no futuro.

- Colocar os jogadores a "pensar" no futebol por esta via de vídeo sobre o que já fizeram e o que podem vir a fazer é também uma forma de distração importante, em função do contexto atual na sociedade e nas notícias, em que a pandemia da Covid-19 domina todas as atenções.

- No plano logístico, as últimas necessidades também implicaram a entrega de algum equipamento diferenciado para o treino específico dos guarda-redes.

- O clube mantém uma equipa sempre preparada para colmatar as necessidades dos jogadores e das suas famílias e a todos os níveis: compras, farmácia e refeições.

- Nota-se que as próprias famílias entretanto se foram adaptando à nova realidade e sentiu-se até que as entregas de refeições, por exemplo, diminuíram nos últimos dias, sinal de que a necessidade aguçou o engenho de alguns jogadores, que aproveitam esta fase para desenvolver outras competências ao nível familiar que não tinham.

- Os responsáveis do Sp. Braga preocuparam-se em garantir que nenhum jogador esteja sozinho nesta fase. Por isso é que, por exemplo, Trincão e David Carmo foram viver com o espanhol Abel Ruiz. Além disso, todos os departamentos do clube estão em permanente contacto com os jogadores para perceber se há alguma necessidade urgente e que possa ser resolvida no imediato. Aliás, todos os jogadores estão nas suas casas, mas numa área geográfica muito próxima.

- Em conclusão, os responsáveis bracarenses acreditam que, no meio de um cenário nunca sentido por todos, a motivação geral do grupo de trabalho está até extremamente estável, em função das cicunstâncias negativas que obrigaram a este recolhimento social.
Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas