Adrien conta tudo sobre o atraso na sua transferência para o Leicester

Médio revelou os pormenores e admitiu ter "cedido muito" em relação ao Sporting

• Foto: D.R. Record
Adrien Silva revelou, pela primeira vez, tudo o que se passou em torno da sua transferência do Sporting para o Leicester, cuja inscrição acabou por não ser aceite pela FIFA por 14 segundos. Algo que deixa o internacional português sem atuar até janeiro, o que lhe provocou uma "desilusão bastante grande."

"Não posso esconder que foi uma desilusão bastante grande porque acabam por ser pormenores que no fim disto tudo só prejudicam o jogador. Não é um curto espaço de tempo sem jogar. Como aconteceu? As negociações foram feitas muito em cima da hora durante o último dia de mercado, derivado a escolhas do Leicester que também estava a vender um jogador ao mesmo tempo ao Chelsea e estavam com alguma dificuldade nisso. Enquanto essa transferência não se fizesse a minha também atrasava. Depois as negociações entre os dois clubes nunca são fáceis e o Sporting também não estava muito disposto a perder-me, o que é compreensível", explicou o médio numa entrevista à RTP3.

Questionado sobre o que falhou para que a documentação chegasse fora do tempo limite, Adrien entrou em detalhes: "Os papéis foram todos mandados antes, só que um chegou mais tarde devido a várias transferências que havia na hora. As coisas atrasaram-se. Era o papel do acordo entre os dois clubes."

Cedeu ao Sporting

Na entrevista, Adrien contou ainda que para que a transferência andasse, acabou por abdicar de várias coisas em prol do Sporting: "As cedências foram muitas da minha parte em relação ao Sporting. Isso está entre mim e o Sporting, mas tive de deixar coisas para seguirmos em frente nas negociações que eram boas para ambas as partes."

Teve de acalmar-se para falar

A fechar, o centro-campista adiantou por que motivo só agora resolveu contar tudo: "Tive vontade de falar, a injustiça que estava a criar-se era muito grande. Estava revoltado com isso mas as pessoas acalmaram-me, aconselharam-me para o fazer da melhor forma possível. Tinha de deixar passar um tempo doloroso para expressar-me de uma forma mais calma e menos agressiva. Foi a melhor decisão."
Por Alexandre Moita
15
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas