Advogado de Bruno de Carvalho denuncia Ricciardi

Considerou que o banqueiro tem sido um dos responsáveis pela destruição da reputação do ex-presidente dos leões

• Foto: João Miguel Rodrigues

O advogado de Bruno de Carvalho, Miguel Fonseca, considerou ontem que o banqueiro José Maria Ricciardi tem sido um dos responsáveis pela destruição da reputação do ex-presidente dos leões, arguido no julgamento da invasão à Academia (15 de maio de 2018).

"Interessava destruir alguém. Continua a haver intenção de fazer um assassinato de caráter!", afirmou o causídico, ontem, à saída da 35ª sessão do julgamento, acrescentando: "Ricciardi parece que disse que Bruno de Carvalho tinha de ser arrastado para o processo de Alcochete ou para uma casa de saúde mental."

Fonseca também tentou imputar a Frederico Varandas, atual presidente do Sporting, enriquecimento ilícito. "Ganhava 6 mil euros quando tudo aconteceu e passou a ganhar 30, mais as alcavalas dele da clínica no Sporting", rematou.

18
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas