AG do Sporting com discussão madrugada fora aprova contas da última época

Assembleia geral de acionistas teve início pelas 18 horas e só terminou esta madrugada

• Foto: Paulo Calado
O Sporting comunicou esta madrugada à CMVM que todos os pontos em discussão na AG foram aprovados. No documento, publicado no site da entidade às 4h42 após uma AG da SAD que teve muita contestação, os leões fazem saber que o relatório e contas foi aprovado, a par da proposta de aplicação de resultados, cooptação de administrador ou da declaração sobre a política de remuneração dos titulares dos órgãos sociais.

No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) na madrugada de hoje, a SAD 'leonina' informou que o Relatório e Contas foi aprovado "por maioria, tendo obtido 627.705 votos a favor, 3.362 votos contra e uma abstenção".

A reunião magna aprovou também a proposta de transferência dos 12,5 milhões de euros de resultado líquido para resultados transitados [sem que sejam distribuídos pelos acionistas], igualmente por ampla margem, assim como de um voto de confiança ao Conselho Fiscal, e a cada um dos seus membros, e à sociedade de Revisores Oficiais de Contas (ROC).

Os acionistas ratificaram ainda a cooptação de André Bernardo, que sucedeu a Francisco Rodrigues dos Santos na direção do clube e tinha substituído o administrador Miguel Cal na SAD, em 27 de março, assim como a declaração sobre a política de remuneração dos titulares dos órgãos sociais da SAD para 2020/21.

Este foi o ponto em que a aprovação foi menos expressiva, contando 427.701 votos a favor, 203.366 votos contra e uma abstenção".

Na proposta, a comissão de acionistas introduziu "algumas modificações" para cumprir as normas do Código de Valores Mobiliários, mantendo os aumentos aprovados em outubro de 2019 [de 147 para 182 mil euros brutos por ano para o presidente e de 98 mil para 131 para os restantes elementos], aos quais os administradores voltaram a renunciar.

Os elementos de administração "renunciariam ao valor que (...) correspondesse a um aumento de vencimento por comparação com o exercício de 2018/19, a exemplo do que declararam também quanto ao exercício de 2019/20. A comissão de acionistas tomou nota dessa declaração. Essa renúncia fica aqui registada e vale para o exercício de 2020/21", lê-se no comunicado enviado à CMVM.

Esta reunião de acionistas ocorreu três dias depois de os sócios do clube terem reprovado o Relatório e Contas da época 2019/20 e o Orçamento para 2020/21, com 67,22% e 69,19% de votos contra.

O Relatório e Contas de 2019/20 do Sporting registava um resultado líquido positivo de cerca de 74 mil euros, após ter verificado lucros a rondar os 141 mil euros na temporada anterior e na ordem dos dois milhões de euros em 2017/18.

Para a temporada 2020/21, os sócios do Sporting rejeitaram igualmente a redução do orçamento em 58,73%, para os 36,762 ME, que contrasta com os 89,072 ME disponíveis para o último ano.

Com o 'chumbo' do orçamento, o clube deve reger-se pelo último documento aprovado, o de 2019/20, num regime de duodécimos.

 

Leia o comunicado na íntegra:

"A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (adiante Sporting SAD ou Sociedade) vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto na alínea g) do nº 2 do artigo 249º do Código dos Valores Mobiliários, informar que a Assembleia Geral da Sociedade de 29 de Setembro de 2020 tomou as seguintes deliberações:

1. Aprovação do Relatório e das Contas relativos ao exercício findo em 30 de Junho de 2020:
A proposta apresentada pelo Conselho de Administração da Sociedade no âmbito do ponto 1 da ordem do dia, incluindo a apreciação do relatório sobre remunerações elaborado pelo Conselho de Administração, nos termos do art.º 245º-C do CVM, foi aprovada, por maioria, tendo obtido 627.705 votos a favor, 3362 votos contra e 1 abstenção;

2. Aprovação da proposta de aplicação de resultados:
A proposta apresentada pelo Conselho de Administração da Sociedade no âmbito do ponto 2 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 630.766 votos a favor, 300 votos contra e 2 abstenções;

3. Apreciação geral da Administração da Sociedade, de cada um dos seus membros, do Conselho Fiscal e da Sociedade de Revisores de Oficiais de Contas:
A proposta apresentada pelo acionista Sporting Clube de Portugal no âmbito do ponto 3 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 627.819 votos a favor, 3248 votos contra e 0 abstenções;

4. Ratificação da cooptação do Senhor Dr. André da Costa Cabral Bernardo como membro do Conselho de Administração até ao final do mandato em curso, deliberada nos termos do disposto do nº 4 do artigo 393º do Código das Sociedades Comercias, na reunião do Conselho de Administração da Sociedade de 27 de Março de 2020:
A proposta apresentada pelo Sporting Clube de Portugal no âmbito do ponto 4 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 627.714 votos a favor, 3218 votos contra e 137 abstenções;

5. Aprovação da declaração sobre a política de remuneração dos titulares dos órgãos sociais da Sociedade elaborada para o exercício de 2020/2021:
A proposta apresentada pela Comissão de Accionistas no âmbito do ponto 5 da ordem do dia foi aprovada, por maioria, tendo obtido 427.701 votos a favor, 203.366 votos contra e 1 abstenção;
Por Record
34
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas