Alexandre Godinho: «Bruno de Carvalho é formal e juridicamente o presidente do Sporting»

Ex-vice-presidente do Sporting sublinha que a Assembleia Geral de destituição está "congelada"

• Foto: Pedro Ferreira

Alexandre Godinho, vice-presidente do anterior Conselho Diretivo do Sporting e que hoje continua ao lado de Bruno de Carvalho, explicou, em declarações a Record, a fundamentação da providência cautelar que, segundo BdC, o mantém como presidente dos leões.

"A providência cautelar é específica no código de processo civil para atacar deliberações sociais tomadas em ambiente de uma Assembleia Geral. No início de julho, apresentamos a providência e pedimos expressamente ao Tribunal que citasse a contraparte, neste caso o Sporting, com a cominação expressa do artigo 381, no seu número 3, do Código de Processo Civil. Em concreto, quando existe citação da contraparte, nesse preciso momento ela fica impedido de executar de forma licita as deliberações sociais que tenham sido tomadas. O que quer dizer que, neste momento, a deliberação da AG de destituição de 23 de junho está congelada", começou por referir, frisando que o Sporting foi notificado "no dia 1 de agosto". "A decisão da Comissão de Fiscalização em suspender Bruno de Carvalho, o que aconteceu no dia 2 de agosto, já é uma resistência ilegal ao despacho", aponta.
 
"Eles reuniram com os seus mandatários que fizeram um requerimento ao Tribunal pedindo um prazo final para fazerem a sua defesa. Só que, ao fazerem isso, não só confessaram expressamente que tinham sido notificados no dia 1 de agosto, como fizeram uma questão lateral de confessarem também que a própria ata da AG de dia 23 de junho já leva 111 páginas e ainda não está concluída, quase 2 meses depois. A partir do momento em que o Sporting recebeu este despacho, não pode dizer que desconhece que a AG está com os seus efeitos suspensos", acusou.

Alexandre Godinho vinca, ainda, que a decisão final quanto a este processo "não vai acontecer antes de 8 de setembro", data das eleições. "Vai-se julgar esta providência, vai haver contestação do Sporting e vão marcar data para serem ouvidas testemunhas. O congelar sobre a destituição está em vigor até sentença. Ou seja, formalmente e juridicamente, o presidente é Bruno de Carvalho", atira.

Por Ricardo Granada
145
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.