Bruno de Carvalho absolvido de queixa do Arouca

Em causa estavam declarações do presidente do Sporting após o caso do túnel

• Foto: Fernando Ferreira

Bruno de Carvalho foi absolvido pelo Conselho de Disciplina no processo aberto após participação do Arouca, na sequência das declarações sobre o presidente do Arouca, dias depois do já célebre caso do túnel de Alvalade.

Os responsáveis do clube do distrito de Aveiro tinham acusado Bruno de Carvalho de cuspir em Carlos Pinho depois do encontro entre as duas equipas. Cerca de uma semana depois, o presidente do Sporting aproveitou uma conferência de imprensa sobre futsal para lançar um feroz ataque a Carlos Pinho.

"Nasci em África, fui a alguns safaris e vi búfalos com uma atitude mais calma; já encarei um e não estive com aquela estupefação. Deram-me educação. Vi cabelos brancos aos saltos de um lado para o outro", afirmou o líder dos leões.

Recorde aqui as palavras de Bruno de Carvalho

Algumas semanas depois, o Conselho de Disciplina anunciou a abertura de um processo disciplinar a Bruno de Carvalho depois de queixa do Arouca. A decisão foi conhecida agora: absolvido.

Contactado por Record, Carlos Pinho declinou fazer comentários sobre a decisão.

Por decidir continua ainda o processo do túnel de Alvalade, que originou tudo isto. Aconteceu a 6 de novembro - dentro de poucos dias faz seis meses - e continua sob investigação pela Comissão de Instrutores.

Por Sérgio Krithinas
11
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas