Bruno de Carvalho acusa Pereira Cristóvão de "desestabilizar" o seu trabalho e o do clube

Antigo dirigente terá apresentado uma queixa no Ministério Público

• Foto: Mariline Alves 

Através da sua conta no Facebook, o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, antecipou a publicação de um trabalho da revista ‘Sábado’ sobre uma alegada queixa do ex-vice-presidente, Paulo Pereira Cristóvão, ao Ministério Público (MP), esclarecendo vários pontos que, revela o líder leonino, foram feitas por PPC.

"É deplorável que o ex-sócio Paulo Pereira Cristóvão venha tentar desestabilizar o nosso trabalho e o clube com uma queixa ao MP que está, seguramente, no top 3 das mais estúpidas que tenho visto ultimamente", negando depois que tenha qualquer "parte de empresa ou participação em empresa" em qualquer parte do Mundo, que o clube leonino tenha prolongado o contrato com a Casa do Marquês, de forma a favorecer José Eduardo e que as viagens institucionais – nas quais segue acompanhado várias vezes pela mulher, Joana Ornelas – sejam pagas pelo clube leonino. "A prática é simples: quem convida ou organiza as viagens é quem paga, sem nunca onerar o clube ou a SAD", pode ler-se na publicação.

Por último, BdC esclarece a ligação do clube ao empresário João Pinheiro, negando qualquer tipo de preferência pelo referido agente, concretamente nos negócios de Rúben Semedo e de Junya Tanaka.



Por Fábio Lima
48
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas