Bruno de Carvalho arrisca suspensão que pode ir até 2 anos

Por declarações no núcleo das Caldas da Rainha a 7 de janeiro

• Foto: David Martins

Bruno de Carvalho arrisca uma suspensão que pode ir até 2 anos (mínimo de 2 meses) devido a umas declarações proferidas a 7 de janeiro no Núcleo do Sporting das Caldas da Rainha. Esta é a posição da Comissão de Instrutores da Liga, que considera que o líder do Sporting cometeu "uma infração disciplinar" por lesão da honra e reputação e por isso propõe este castigo.

Segundo o processo ao qual Record teve acesso, o presidente dos leões foi notificado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para comparecer na audiência disciplinar - na Cidade do Futebol - às 14h30 do dia 6 de junho.

A 7 de janeiro, Bruno de Carvalho afirmou que "os árbitros estão absolutamente condicionados" e "enquanto não se mexer nisto, os árbitros vão continuar perfeitamente condicionados naquilo que é o seu trabalho". O líder leonino, de 45 anos, utilizou ainda a palavra "espoliados" durante o discurso, o que foi entendido pela Comissão de Instrutores como "afirmações (...) que possuem carga valorativa ultrajante".

No 13.º ponto do comunicado, o CD da FPF lembra que, "em caso de reincidência, os limites mínimo e máximo das sanções previstas (...) são elevadas para o dobro", e é por isso que Bruno de Carvalho arrisca uma suspensão de dois meses a dois anos - ao invés de uma suspensão de um mês a um ano. 

Por Pedro Ponte
69
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas