Bruno de Carvalho: «É como dizia Paulo Bento... mãos é andebol»

Presidente do Sporting responde a críticas à arbitragem de António Salvador

• Foto: Pedro Ferreira

Bruno de Carvalho ouviu as críticas de António Salvador à arbitragem do Sporting-Sp. Braga deste domingo e usou a página pessoal de Facebook para responder ao homólogo bracarense. Entre as reivindicações de Salvador, está um cartão vermelho supostamente perdoado a Islam Slimani, algo que o presidente do Sporting desmente e vinca que há um "estigma" em relação ao argelino porque "marca golos".

"Será a jogada que tem aparecido na televisão dele a correr e o seu braço bater num jogador que vinha atrás? Não deve ser de certeza. Este é o tal estigma que querem colar a Slimani só porque ele marca golos", aponta, para não ficar por aí. Antes, na referida mensagem onde esmiuça a arbitragem de Jorge Sousa, a quem espera que não seja atribuída nota negativa, Bruno de Carvalho chega a citar uma declaração de Paulo Bento para afirmar que o penálti que dá o 1-2 na partida foi assinalado de forma correta.

"O penálti foi penálti. A mão que cortou a bola estava quase fora da área mas do quase ao fora vai uma grande diferença! Como dizia Paulo Bento, futebol cabeça ou pés, com as mãos é andebol!".

Em resumo, o líder verde e branco reitera, em modo sarcástico, que "continuam felizmente os bons jogos dentro das 4 linhas" e acrescenta que "os comentadores dos rivais vão novamente passar a semana a pressionar a arbitragem por supostamente esta favorecer o Sporting quando acontece exactamente o contrário."

E no fim de um grande jogo lá veio o presidente do Braga queixar-se da arbitragem....Fala de um pênalti mal marcado e...

Publicado por Bruno de Carvalho em Domingo, 10 de Janeiro de 2016

Por Flávio Miguel Silva
14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.