Medidas de coação para Bruno de Carvalho e Mustafá conhecidas apenas quinta-feira

Antigo presidente do Sporting está indiciado por 56 crimes

O comunicado divulgado pelo Juízo de Instrução Criminal do Barreiro: "A leitura da decisão de aplicação das medidas de coação, porque se reveste de complexidade e obriga a uma ponderação que não se compadece com o facto de o tribunal se encontrar, há mais de seis horas, debruçado sobre a matéria em causa e pretende, agora como em todos os casos, decidir em consciência com base na matéria de facto e de direito aplicável, com o assentimento de todos os presentes".

20h43 - É agora a vez de deixar o Tribunal do Barreiro a viatura com Mustafá, que vai passar mais uma noite no posto da GNR do Montijo.

20h42 - A viatura com Bruno de Carvalho deixa o Tribunal do Barreiro rumo ao posto da GNR de Alcochete.

20h33 - Alexandra Carvalho, irmã do ex-presidente do Sporting, sai do tribunal do Barreiro: "Está em segredo de justiça, não há nada a dizer. Ele [Bruno de Carvalho] está bem. Os trabalhos estão a decorrer. Vocês [jornalistas] deviam saber que isto tudo parecem armas ao fim do dia", afirmou sendo protegida pelos apoiantes de Bruno de Carvalho presentes no local. 

20h25 - As diligências vão continuar amanhã, a partir das 10 horas, informou o oficial de Justiça. Ou seja Bruno de Carvalho e Mustafá voltarão a passar a noite nas instalações da GNR. As medidas de coação serão conheciadas só quinta-feira.  

20h23 - A Juventude Leonina deixou esta quarta-feira uma mensagem de apoio de Mustafá no Facebook: "Musta tens um exército ao teu lado".

José Preto, advogado de Bruno de Carvalho

20h06 - José Preto, advogado de Bruno de Carvalho, encontra-se no exterior do tribunal do Barreiro, o que pode indiciar que as alegações também já terminaram, faltando agora ficar a saber as medidas de coação que serão decretadas. Um cordão de segurança protege José Preto à porta do tribunal do Barreiro, onde se encontra a fumar.

19h48 - A acusação do Ministério Público contra os 40 suspeitos da invasão à Academia de Alcochete, a 15 de maio, já está concluída e aponta para 57 crimes de responsabilidade de cada arguido, com exceção do antigo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, do cabecilha da claque da Juve Leo, Mustafá, e Bruno Jacinto, funcionário da Academia, avança o Correio da Manhã.

19h13 - Segundo o 'Expresso', lapso do juiz de instrução do tribunal do Barreiro, Carlos Delca, obriga o Ministério Público a apressar a acusação do ataque a Alcochete. O Ministério Público tinha requerido a 7 de novembro a especial complexidade na investigação, de modo a alargar o prazo de inquérito por mais seis meses e os suspeitos continuassem detidos. O juiz teria dado luz verde para avançar com a especial complexidade, no entanto, de acordo com a lei, os advogados têm pelo menos dez dias para responderem ao juiz de instrução após serem notificados.

18h52 - Bruno Mascarenhas, ex-vogal da direção do Sporting, presidida por Bruno de Carvalho, foi esta quarta-feira questionado na TVI 24 sobre se acreditava na inocência do ex-presidente dos leões, questão à qual disse "não conseguir responder".

18h38 - Terminado o interrogatório estará agora a decorrer a fase das alegações da defesa e do Ministério Público. As medidas de coação deverão ser conhecidas ainda esta quarta-feira.

18h32 - Entretanto, a 'Sábado' avança que o Ministério Público (MP) fundamentou a recente detenção e o pedido de prisão preventiva de Bruno de Carvalho, com base sobretudo em três testemunhos de alegados membros "arrependidos" da Juve Leo.

18h20 - Com os interrogatórios a Bruno de Carvalho e Mustafá já terminados é expectável que as medidas de coação sejam conhecidas ainda hoje.

18h12 - Outra indicação de que o interrogatório de Bruno de Carvalho poderá mesmo já ter terminado é a entrada do advogado de Mustafá no tribunal do Barreiro.

18h06 - A SIC Notícias avança que o advogado de Bruno de Carvalho, José Preto, está no exterior do tribunal do Barreiro, o que leva a crer que o interrogatório ao ex-presidente do Sporting já tenha terminado. 

17h50 - Movimentações no exterior do tribunal do Barreiro podem indiciar que as diligências estão perto de ficar concluídas. O interrogatório a Bruno de Carvalho começou cerca das 16h15, mas ainda não há novas informações oficiais do tribunal. Mustafá foi o primeiro a ser interrogado, tendo colaborado com a Justiça. 

17h21 - Enquanto decorre a audição de Bruno de Carvalho, no exterior do tribunal do Barreiro, o grupo de apoiantes do ex-presidente do Sporting gritam: "Bruno amigo os leais estão contigo"; "está na hora do Bruno vir embora".

16h49 - A CMTV avança que Bruno de Carvalho já está a ser ouvido. O interrogatório ao ex-presidente do Sporting terá começado às 16h15, depois de ter terminado o interrogatório a Mustafá, que terá demorado cerca de uma hora.

15h48 - Zeferino Bual, ex-candidato às presidência do Sporting, em declarações à SIC Notícias: "Como sportinguista e como cidadão entristecem-me estas situações. Aguardo com sereninade, vou confiando no que a justiça está a fazer, tudo se irá saber a breve trecho. Alguma coisa iria acontecer mais dia menos dia. Mas questiono a coerência de algumas pessoas, como o atual presidente da mesa da Assembleia Geral [Rogério Alves], que no passado, na sua atividade profissional, defendeu determinados atos que vieram a provar-se ilícitos, sempre esteve ao lado da gestão de Bruno de Carvalho e hoje tenta fazer reuniões ditas secretas para passar um pano branco sobre a gestão anterior. Muita gente que andou a idolatrar Bruno de Carvalho, falo de dirigentes responsáveis, hoje estão calados. Só Bruno de Carvalho cometeu estes erros? Não acredito! Só ele cometeu atos mais gravosos? Tenho dúvidas!"

Zeferino Bual


15h44 - A TVI24 e a SIC Notícias avançam que Mustafá já está a ser ouvido.

14h29 - O Correio da Manhã avança que os 38 arguidos que estão em prisão preventiva vão avançar com pedidos de 'habeas corpus' caso a acusação não saia até amanhã, dia em que se esgota o prazo máximo de 6 meses de prisão preventiva.

14h20 - O advogado de Bruno de Carvalho, José Preto, já regressou ao tribunal.

13h32 - O comunicado divulgado pelo Juízo de Instrução Criminal do Barreiro acaba de confirmar que a leitura do despacho de apresentação proferido pelo Ministério Público prolongou-se até às 12H40, na sequência de um requerimento apresentado por um dos arguidos, não especificado. "Assim, (...) suspenderam-se os trabalhos até às 14 horas, altura em que se retomarão os mesmos para que os arguidos possam tomar posição quanto a prestarem ou não declarações", indica o comunicado do Tribunal do Barreiro.

13h17 - "Quem está tão mal instalado deveria querer deixar aquelas instalações, mas parece que a estratégia é prolongar o mais possível, tendo em conta que os limites de tempo, que estão a esgotar-se", diz Octávio Machado, na CMTV.

13h07 - A CMTV noticia que a intenção da defesa de Bruno de Carvalho será prolongar os trabalhos e adiar a dedução da acusação. Se não houver acusação num prazo de 6 meses, terá de ser libertado o grupo dos primeiros 23 detidos.

13h05 - A diligência foi interrompida para almoço; a irmã de Bruno de Carvalho e o advogado já deixaram o tribunal.

13h03 - Bruno de Carvalho exigiu leitura da acusação, o que só acabou às 12h40. Contrariamente ao que tinha sido noticiado esta manhã, Mustafá ainda não prestou declarações. 

12h49 - A TVI24 noticia que Bruno de Carvalho e Mustafá estão diante do juiz a ouvir o despacho da acusação.

12h44 - O tribunal deve em breve comunicar a interrupção para o almoço e dar conta das diligências realizadas esta manhã.

12h06 - Os adeptos apoiantes de Bruno de Carvalho continuam no tribunal a entoar cânticos de apoio ao antigo presidente leonino.

11h23 - Mustafá terá acedido prestar declarações ao juiz Carlos Delca, no Tribunal do Barreiro. O líder da Juventude Leonina, recorde-se, tinha a possibilidade de se remeter ao silêncio.

11h04 - Mustafá estará nesta altura a ser ouvido pelo juiz.

10h55 - Trindade Barros, candidato à presidência da Mesa da Assembleia Geral na lista de Bruno de Carvalho, estranhou, em declarações à TV24, o timing de Vítor Ferreira (ex-'vice' dos leões) para revelar que o antigo presidente do Sporting "queria pagar 15 mil euros por mês à Juventude Leonina". Saiba tudo aqui.

10h51 - Já terá começado a diligência no segundo piso do Tribunal do Barreiro.

10h35 - O tribunal infomou os jornalistas que todos os intervenientes no processo estão no local e que em breve vão iniciar-se os trabalhos. 

O segundo dia de Bruno de Carvalho no Tribunal do Barreiro em imagens


10h00 - O grupo de apoiantes Bruno de Carvalho que na véspera se fez ouvir no tribunal do Barreiro está de regresso ao local.

9h46 - O advogado de Bruno de Carvalho, José Preto, e a acaba de entrar no tribunal do Barreiro e volta a não prestar declarações aos jornalistas. Chega acompanhado pela irmã do antigo presidente do Sporting, Alexandra Carvalho.

9h26 - A diligência vai decorrer no segundo piso do tribunal do Barreiro; a questão agora é saber se Bruno de Carvalho e Mustafá vão prestar declarações, pois têm o direito de não o fazer. No caso do ex-presidente do Sporting é expectácel que o faça, uma vez que se deslocou voluntariamente ao DIAP e ao DCIAP há pouco mais de um mês com a intenção de ser ouvido no âmbito deste processo.

9h17 - As carrinhas que transportam Bruno de Carvalho e Mustafá acabam de dar entrada nas garagens do tribunal do Barreiro.

Chegada de Bruno e Carvalho e Mustafá


9h12 - A SIC Notícias avança que as medidas de coação podem ser conhecidas já hoje.

9h06 - No tribunal a PSP voltou a montar um forte dispositivo de segurança, à semelhança da véspera mais de 30 elementos estão no local.

Segurança


9h03 - Mustafá já deixou o posto da GNR do Montijo e também está a caminho do tribunal a bordo de um jipe, acompanhado por três militares.

8h53 - Bruno de Carvalho já deixou o posto da GNR de Alcochete, desta feita os militares não fizeram manobras de diversão para distrair os jornalistas. 

Bruno de Carvalho a caminho do tribunal


- O Correio da Manhã relata esta quarta-feira que Bruno de Carvalho já antes de ser detido estava a ser fortemente medicado com calmantes e antidepressivos.

- O antigo líder leonino está indiciado por 56 crimes - dois de dano com violência, 20 de sequestro, um de terrorismo, 12 de ofensa à integridade física qualificada, um de detenção de arma proibida e 20 de ameaça agravada. Mustafá tem de responder por 57, pois foi apreendida droga na sede da Juventude Leonina.

- Ontem a irmã de Bruno de Carvalho fez questão de comparecer no tribunal e acompanhar tudo bem d eperto. À noite Alexandra deu uma entrevista à TVI onde contou como o ex-líder leonino foi detido e em que condições se encontra no posto da GNR de Alcochete.

- O antigo presidente do Sporting e o líder da Juventude Leonina passaram mais uma noite nos calabouços da GNR. Bruno em Alcochete e Mustafá no Montijo. Mustafá recebeu, já à noite, a visita de uma mulher, que lhe terá levado alguns bens pessoais.

- Bruno de Carvalho e Mustafá regressam esta manhã ao Tribunal do Barreiro para serem ouvidos pelo juiz de instrução criminal, a partir das 10 horas. Na terça-feira as diligências não avançaram devido à greve parcial dos funcionários judiciais, pelo que foram apenas identificados. Para hoje também está marcada uma paralisação nacional, mas foram decretados serviços mínimos para o tribunal do Barreiro.
97
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas