Bryan Ruiz: «É importante não levar amarelos parvos...»

Costa-riquenho aborda longa lista de jogadores em risco de exclusão

A carregar o vídeo ...
Bryan Ruiz e os cartões amarelos: «Já houve situações que não podem voltar a acontecer»
O Sporting defronta na quinta-feira o Viktoria Plzen com seis jogadores em risco de exclusão (Coentrão, Coates, William, Bruno Fernandes, Acuña e Gelson) e, na antevisão à partida, Bryan Ruiz deixou claro que os jogadores não pensam nessa situação, ainda que deixe o alerta de que é "importante não levar amarelos parvos".

"Pessoalmente não penso nisso e tenho a certeza de que os meus colegas também não. É importante não levar um amarelo ‘tonto’, que não seja em favor da equipa. Porque há faltas que são necessárias, mas acreditamos que não vamos levar um amarelo por falar com o árbitro ou por atirar a bola para longe. Temos experiência e já aconteceram um par de vezes situações que não podem voltar a acontecer e temos aprendido isso".

Estado de espírito da equipa

"A equipa está muito motivada, é uma prova que motiva qualquer um. Acreditamos que podemos chegar aos ‘quartos’ e é muito importante fazer um bom primeiro jogo para estar mais perto disso. Não conhecemos muito deles mas temos o mister e o grupo técnico que está a estudar muito e já vimos alguns vídeos e temos ideias do que podem mostrar e como podemos contrariar os seus ataques.

Viktoria Plzen é um adversário acessível?

"É certo que não é um dos maiores adversários da Europa, mas por vezes jogar contra adversários que não conheces muito é mais difícil. Respeitamos todas as equipas. Preparamo-nos muito bem para fazer um bom jogo e fazer um bom resultado em Alvalade."

Futuro de Rafael Leão

"Para mim tem muito futuro. Ainda é muito jovem, tem muito que trabalhar mas tem muito futuro, está com um treinador que lhe vai ensinar muito sobre o que tem de melhorar e nós, jogadores experientes, temos a obrigação de o ensinar e guiar pelo melhor caminho. Tem muita qualidade e muito poara aprender."

Onde sente que pode dar mais?

"Sinto-me bem em quatro posições e o mister sabem bem e decide onde jogo. Seja à esquerda, direita, como no Porto, segundo avançado ou numero 8."
Por Luís Miroto Simões
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas