Ristovski não fechou plantel leonino: central na lista de exceções

Jesus quer alternativa a Coates e Mathieu. Eric Botteghin, defesa do Feyenoord, em análise

• Foto: Reuters
Stefan Ristovski, lateral-direito que chegou por empréstimo dos croatas do Rijeka, é, segundo Bruno de Carvalho, a peça que fecha o plantel do Sporting para 2017/18. O presidente dos leões garantiu que, agora, só "algo excecional" levará a SAD de novo ao mercado, algo que, sabe Record, deve passar pela contratação de um defesa-central.

Tal como o nosso jornal adiantou na edição de 12 de julho, a intenção do técnico Jorge Jesus é contar com um futebolista que possa concorrer com Coates e Mathieu – formam a dupla titular no eixo –, aumentando a qualidade numa posição que para além de uruguaio e francês tem, até ver, André Pinto e Tobias Figueiredo. Neste momento, o Sporting procura uma opção que possa aliar essa tal qualidade a um negócio que não obrigue a SAD a gastar uma verba considerável: depois de várias semanas no terreno, os intermediários já começaram a apresentar nomes, esperando agora para saber qual deles encaixa no perfil traçado em conjunto por administração e treinador. Um deles, e segundo Record apurou, é o de Eric Botteghin, central que representa o Feyenoord (ver peça).

Europa é ‘o’ mercado

Segundo conseguimos perceber, e para além do futebolista natural do Brasil (já tem nacionalidade holandesa), em análise estão outros nomes, todos de clubes europeus. Apesar do mercado sul-americano ser, hoje, bastante explorado pela SAD – vejam-se as escolhas de Alan Ruiz ou Acuña –, Jesus pretende um futebolista adaptado ao ‘nosso’ calendário e com experiência internacional dentro do Velho Continente; alguém que lhe dê garantias de que Coates e Mathieu terão um concorrente direto que não os deixe ‘relaxar’ numa época exigente.

Brasileiro custa entre 3 e 4 milhões

No que diz respeito a Eric Botteghin, o defesa-central que celebra o 30º aniversário no próximo dia 31, é um dos nomes que está a ser analisado pelo departamento de prospeção do Sporting em conjunto com o técnico Jorge Jesus.

Segundo conseguimos apurar, o futebolista nascido no Brasil, mas que se mudou para a Holanda em 2007, custa entre 3 a 4 milhões de euros: no Feyenoord, clube com o qual tem contrato válido até 2019, foi um dos pilares que permitiu ao emblema de Roterdão conquistar o título de campeão holandês em 2016/17 (fugia desde 1998/99). Cumpriu uma das melhores temporadas da sua carreira, apontando cinco golos em 43 jogos.

Botteghin destaca-se pela sua compleição física (tem 1,93 metros e 87 quilos), mas também pela capacidade que tem a sair a jogar.

Já neste defeso, foi noticiado o interesse de Corinthians e São Paulo na contratação do brasileiro, abrindo-se a porta ao regresso do central à sua cidade natal. Ainda assim, nenhuma destas hipóteses se concretizou.

Ponto de situação

Bruno de Carvalho assumiu que Stefan Ristovski é a peça que fecha o plantel do Sporting, mas ao que Record apurou, a SAD está no mercado em busca de um central.

Alguém que possa concorrer diretamente com Coates e Mathieu, numa temporada de extrema exigência em Alvalade.

Eric Botteghin, central do campeão holandês Feyenoord, é um dos nomes em cima da mesa, mas existem outros em análise. São todos de clubes europeus.
Por Bruno Fernandes
14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas