Claques reiteram total união após incidentes em Braga

A polémica foi espoletada por um movimento denominado Rapaziada 1906

• Foto: MOVENOTICIAS

Os Grupos Organizados de Adeptos (GOA) afetos ao Sporting divulgaram um comunicado conjunto assegurando a total união, após uma reunião realizada no Estádio José Alvalade, onde foram analisados os incidentes ocorridos durante a final four da Taça CTT, realizada em Braga.

A polémica foi espoletada por um movimento denominado Rapaziada 1906, que acusa os GOA de "atos vis e cobardes", e agressões de membros da Juventude Leonina a elementos do Directivo. O mesmo grupo denuncia ainda "agressão a senhoras adeptas alheias à situação", e solicita a intervenção do presidente do clube, Bruno de Carvalho, para evitar alegados abusos como a "venda de bilhetes a preços inflacionados".

Na reação, os GOA leoninos garantem "não reconhecer" o movimento Rapaziada 1906 que acusam não "estar registado nos termos da lei", e prometem "um total apoio nas 55 modalidades". Em relação aos incidentes em Braga, reconhecem acontecimentos que consideram "ultrapassados", e pedem para não ser feito "um aproveitamento" dos mesmos.

Em Braga, recorde-se, houve adeptos leoninos que se queixaram de ver as respetivas viaturas vandalizadas. No final do jogo com o FC Porto foi detido um indivíduo por posse de material pirotécnico.

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Porro antecipou-se

Lateral-direito realizou os primeiros exercícios no relvado, encurtando prazo para a nova etapa

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.