Eduardo Barroso: «Novela de João Mário é como a de Lindelöf, Fejsa ou Jardel»

Ex-dirigente aponta "pequenas birras" para fazer valer direitos

• Foto: Mariline Alves

João Mário regressou esta quarta-feira ao trabalho no Sporting depois de gozadas as férias após a conquista do Euro'2016. O empresário do médio leonino já referiu a Record que os verde e brancos recusaram "todas as ofertas" que chegaram pelo jogador, pelo que "a partir de agora, ou se discute um novo contrato ou venda", um 'braço de ferro' que Eduardo Barroso equipara a outros.

"Vejo a novela do João Mário como a do Lindelöf, do Fejsa, do Jardel e de todos aqueles que têm propostas três ou quatro vezes acima do que ganham nos seus clubes. Fazem uma pequena birra, tentam fazer valer os seus direitos, e quando é tudo feito dentro de uma lealdade e de gratidão a quem devem toda a sua formação até entendo. O próprio Slimani, se tiver uma proposta quatro vezes superior, vai tentar convencer o Bruno [de Carvalho]. Tem-se falado vagamente de Lindelöf... Há quem faça 6 meses bons e depois queira ir-se embora", afirmou o médico e antigo dirigente leonino à Rádio Renascença.

Sublinhando que Bruno de Carvalho lhe garantiu que "não havia propostas especiais por ninguém", Eduardo Barroso acredita que a "festa", no final da próxima época, será do Sporting.

"Com a equipa que temos, tudo leva a crer que será melhor do que o ano passado. Mantivémos o mesmo treinador excecional, fizemos uma pré-época diferente do costume jogando com equipas muito fortes. Este ano é para fazer melhor do que o ano passado. Para mim, na época passada já fomos campeões, jogámos o melhor futebol, fomos consistentes, tivemos uma infelicidade ou duas que foram o suficiente para que o Benfica, com aquele final de época também fortíssimo e um bocadinho ajudado, vencesse", disse.


Por Sofia Lobato
64
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas