Eduardo Cabrita e os festejos do Sporting: «PSP não pode forçar o dono da casa a celebrar no estádio»

Ministro garante que os leões não aceitaram comemorar o título dentro do seu recinto

• Foto: Duarte Roriz

Eduardo Cabrita sublinhou que o Sporting não quis realizar a festa do título dentro do Estádio de Alvalade e que as forças de segurança não poderiam impôr essa vontade aos leões.

"Obviamente a responsabilidade pela celebração e seu modelo é do Sporting. As propostas da PSP não foram acolhidas pelo promotor, nomeadamente a proposta de celebração dentro do estádio, mas não pode a PSP a forçar o dono da casa a que a celebração fosse dentro do Estádio", referiu o Ministro da Administração Interna, na conferência de apresentação das conclusões do inquérito às celebrações do título do Sporting, salientando que "há o dever institucional de cooperação com a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI)": "seria útil para o apuramento dos factos que o Sporting tivesse também transmitido resposta aos sete blocos de questão que lhe foram dirigidos."

"A PSP fez várias propostas e preferia dentro do Estádio. Se o promotor entende que não é viável, a PSP fez a resposta para o modelo que foi definido. Não é o MAI que organiza celebrações seja de quem for", acrescentou o governante.

Questionado sobre o regresso do público aos estádios na próxima época, Cabrita sublinhou que tal está ainda em apreciação: "foi objeto de projeto de norma-técnica por parte da DGS, que irei remeter às forças de segurança - PSP e GNR - para avaliação das suas condições de execução. Finalmente, como foi dito ontem, será apreciado no Conselho de Ministros de dia 29, na sequência da reuniao do Infarmed."

Por Record
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.